×

Cidades

Prefeitura realiza operação para coibir passagem de veículos por canteiro central

Um dos pontos fiscalizados foi a avenida Torquato Tapajós, próximo a entrada da comunidade São Pedro

Um dos pontos fiscalizados foi a avenida Torquato Tapajós (Foto: Karol Silva/IMMU)

Manaus (AM) – Passar com veículo em cima do canteiro central, seja com motocicleta ou carros, é considerada ação gravíssima e acarreta multa de R$ 880, além de acumular sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Com foco nesta irregularidade, a Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), realizou nesta sexta-feira (22), uma operação em todas as zonas da cidade para coibir esta prática que pode gerar graves acidentes de trânsito.

Publicidade

Um dos pontos fiscalizados foi a avenida Torquato Tapajós, próximo a entrada da comunidade São Pedro. No local, motocicletas também foram abordadas e dois veículos foram apreendidos por estarem em situação irregular. No total foram aplicadas 57 autuações nesta sexta-feira. O ponto fiscalizado é, geralmente, alvo de operações do Instituto que já recebeu denúncias de motocicletas que insistem a dividir o espaço na faixa de pedestres.

O empresário João Pedro Leite, de 26 anos, é morador do local e, ao ver a operação, fez questão de cumprimentar a equipe de agentes de trânsito. “Não só acho esta ação apenas importante, mas considero uma necessidade aqui na área. Por esta avenida trafegam ônibus e caminhões, são veículos que representam um perigo caso alguém caia no meio da rua ao disputar o espaço com motocicletas. Infelizmente, muita gente pensa que a faixa de pedestre é retorno, mas isto é uma falta de respeito com a população que atravessa a rua neste local”, desabafou João Pedro Leite.

O diretor de Operações do IMMU, Stanley Ventilari, acompanhou a operação e destacou a operação para coibir o trânsito de veículos pelo canteiro central. “Temos um mapeamento onde este tipo de irregularidade costuma acontecer e estamos com ações nestes locais. O grande objetivo é garantir a segurança viária porque fazer este tipo de manobra coloca em risco a população. Fazer esta infração é também uma falta de empatia com o próximo, uma vez que também temos crianças e idosos usando a faixa de pedestre”, frisou.

(Foto: Karol Silva/IMMU)

A operação também ocorreu em outros pontos da cidade como as avenidas Autaz Mirim, na zona leste; Ephigênio Salles, Constantino Nery e André Araújo, na zona Centro-Sul; Silves, zona Sul; e ainda na avenida Coronel Teixeira, na zona Oeste.

*Com informações da assessoria