×

Publicidade

Polícia

Mulher investigada por assassinato de empresário é presa

Cristina é acusada de matar o ex-companheiro com um tiro na cabeça

Cristina D’vila efetuou um tiro contra o ex-companheiro (Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – Cristina D’Avila Teixeira Rodrigues, 24, investigada por matar o empresário Paulo Roberto Moraes Teixeira Júnior, 29, apresentou-se na tarde desta segunda-feira (8), acompanhada de um advogado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Segundo informações apuradas pelo Portal Diário Manauara, Cristina foi intimada para prestar esclarecimentos sobre o assassinato, mas no decorrer do interrogatório, ela foi presa em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido junto à Justiça.

A informação foi confirmada pela delegada Marília Campello, adjunta da DEHS. Em depoimento, Cristina alegou que o tiro na cabeça de Paulo Roberto foi acidental durante discussão. Na ocasião, o empresário teria tentado tomar a arma de fogo. 

“Cristina confessou o crime, mas alegou que não teve intenção de matar Paulo Roberto. Ela afirmou que o empresário tinha duas armas de fogo, sendo um na casa e outro que ficava no carro. Ao temer pela sua vida, Cristina disse que pegou a pistola no quarto para se defender”, explicou a delegada Marília Campello.

Os familiares da vítima receberam a notícia e comemoram com gritos: “Justiça foi feita, meu Deus. O Paulo Roberto não merecia morrer. Ela vai pagar pelo crime”.

Após os procedimentos, Cristina irá fazer exame de corpo de delito, nesta terça-feira (9), no Instituto Médico Legal (IML). Em seguida, ela será apresentada para audiência de custódia na Central de Recebimento e Triagem (CRT), no quilômetro 8 da BR-174 e, posteriormente, ficará presa à disposição da Justiça no Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF).

Assista o vídeo com esclarecimentos da delegada:

 

 

Comentários

error: Content is protected !!