×

Publicidade

Polícia

Morte de sargento do Exército pode ter ligação com o tráfico de drogas

Apesar de não ter ficha criminal, a equipe de investigação obteve informações que Lucas Ramon mantinha amizade com traficante de drogas

Lucas Ramon foi morto com três tiros na cabeça (Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – Uma nova pista movimentou os trabalhos da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investiga o assassinato de Lucas Ramon Silva Guimarães, 29, sargento do Exército Brasileiro (EB). O crime aconteceu no dia 1º de setembro deste ano, dentro de uma cafeteria na avenida Ayrão, no bairro Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul de Manaus.

Publicidade

Apesar de não ter ficha criminal, a equipe de investigação obteve informações fundamentais que podem elucidar o assassinato. Lucas Ramon mantinha uma amizade com um ex-militar que atuou na capital amazonense envolvido com o tráfico de drogas, o que reforça o crime de pistolagem.

Conforme investigação da DEHS, o suposto mandante que tem o nome mantido em sigilo, foi preso com grande quantidade de drogas em São Paulo. Uma das suspeitas é que Lucas Ramon usava sua função de miliar para facilitar o transporte de entorpecentes para o sudeste do país.

Outro forte indício do avanço das investigações, que após a morte de Lucas Ramon, o Cloud (gerenciamento de arquivos) do celular da vítima, foram apagados por outra pessoa que tinha a senha. No entanto, a polícia conseguiu recuperar os arquivos e ligar a amizade do sargento com o traficante de drogas.

Inicialmente, as investigações levantaram a hipótese de crime passional após boatos que o Lucas Ramon se envolvia com uma mulher casada. Por causa dessa infidelidade, o caso teria sido descoberto e a morte teria sido encomendada como vingança.

As investigações seguem sob sigilo. Além da equipe da DEHS, atuam no caso as equipes do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), e serviço de inteligência da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

Comentários