×

CidadesPolícia

Empresário é multado em R$ 50 mil por furto de energia na Zona Leste de Manaus

 A empresa teve o fornecimento de energia interrompido em outubro de 2009, devido ao não pagamento de uma dívida no valor de R$ 17 milhões - foto: divulgação/Polícia Civil

A empresa teve o fornecimento de energia interrompido em outubro de 2009, devido ao não pagamento de uma dívida no valor de R$ 17 milhões – foto: divulgação/Polícia Civil

O empresário Fábio Assunção Soares, 35, foi multado em R$ 50 mil, após a empresa dele, que atua na comercialização de gases industriais e hospitalares, ser flagrada por furto de energia. O fato aconteceu na manhã de terça-feira (29), por volta das 10h, na Rua Rio Mutuzinho, bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus.

Publicidade

De acordo com o titular da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), delegado Felipe Vasconcelos Dias, a ação ocorreu após o recebimento de denúncia anônima feita ao Ministério Público Federal (MPF), que posteriormente encaminhou a delação ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM). Em seguida, representantes dos órgãos requisitaram a instauração de um inquérito policial para apurar a prática de furto de energia pela empresa.

Conforme o delegado, a equipe da DECFS, em conjunto com a concessionária Eletrobras Distribuição Amazonas, realizou levantamento preliminar que constatou a prática ilícita. Segundo Felipe Vasconcelos Dias, o estabelecimento comercial teve o fornecimento de energia interrompido em outubro de 2009, devido ao não pagamento de uma dívida no valor de R$ 17 milhões, mas continuava ligado à rede pública, por meio de ligações clandestinas.

“Durante a operação desencadeada na manhã desta terça-feira, em parceria com peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) e técnicos da concessionária de energia, a equipe de investigação da especializada confirmou a existência de duas ligações elétricas irregulares, que eram fontes de energia para o prédio administrativo. No local, o responsável pela empresa Fábio recebeu voz de prisão, em flagrante, pelo crime de furto de energia”, esclareceu Dias.

O delegado titular da DECFS ressaltou a importância da participação da sociedade, por meio dos canais de atendimento dos órgãos envolvidos na apuração desse tipo de delito, realizando denúncias aos números da especializada: (92) 3622-7303 ou 3622-7837. Felipe destaca que as delações podem ser feitas, ainda, diretamente aos funcionários da Eletrobras Distribuição Amazonas.

Após a realização dos serviços técnicos e periciais, as ligações clandestinas foram desativadas e o fornecimento irregular de energia interrompido. Fábio foi autuado em flagrante por furto de energia. O infrator pagou fiança arbitrada no valor de R$ 50 mil e foi liberado para responder pelo crime em liberdade.

Com informações da assessoria

Comentários