×

Polícia

Trio é executado a tiros por grupo encapuzado no Morro da Liberdade, em Manaus

O triplo homicídio ocorreu na noite de quarta-feira (1º), na Rua e Beco São Joaquim, bairro Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

O triplo homicídio ocorreu na noite de quarta-feira (1º), na Rua e Beco São Joaquim, bairro Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

Igor Renato Lima Pires, 26, o vigilante Diego Viana da Silva, 26, e outro homem identificado apenas como ‘Caio’, foram executados com vários tiros de armas de grosso calibre, na noite de quarta-feira (1º) na Rua e Beco São Joaquim, bairro Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus. Ainda na ação criminosa, um cachorro vira lata também foi morto e um quarto homem identificado como ‘Francisco’, foi atingido com tiros no rosto e peito. Ele foi encaminhado para o Pronto-Socorro (PS) Dr. João Lúcio, na Zona Leste.

 Caio, que seria usuário de drogas foi morto porque estava no local já que o alvo era Igor, segundo a hipótese da polícia - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Caio, que seria usuário de drogas foi morto porque estava no local já que o alvo era Igor, segundo a hipótese da polícia – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

O major Márcio Leite, coordenador geral de policiamento desta quarta-feira, informou que homens encapuzados chegaram ao local em um carro, de características não identificadas e começaram atirar contra as vítimas com uso de armas de grosso calibre, escopetas e pistolas.

“As informações que apuramos foi que o alvo dos criminosos era Igor, apontado como traficante da área e, que ao perceber os criminosos correu pelo beco, mas foi perseguido e morto. ‘Caio’, que seria usuário de drogas, morreu porque estava no local. Já o vigilante Diego Viana, cortava caminho quando foi morto com tiros de escopeta no peito e nas pernas”, explicou o major Márcio Leite.

 A polícia informou que Igor era traficante do Morro da Liberdade e alvo dos criminosos - foto: divulgação

A polícia informou que Igor era traficante do Morro da Liberdade e alvo dos criminosos – foto: divulgação

 

De acordo com o delegado Juan Valério, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a suspeita é que as execuções foi uma retaliação de traficantes do bairro Santa Lucia, contra traficantes do Morro da Liberdade e, que o principal alvo era Igor.

“As mortes serão investigadas se tem alguma relação com um tiroteio na tarde desta quarta e com a morte de um ex-presidiário. Não descartamos a hipótese de uma retaliação de outros traficantes”, disse o delegado Juan Valério.

Para investigadores da DEHS, a suspeita é que Igor esteja envolvido com o assassinato do ex-presidiário Edilson Junio Nascimento de Queiroz, conhecido como ‘Queixão’, 28, executado dentro de um táxi, com oito tiros, após sair de um pagode no Morro da Liberdade. O crime ocorreu em frente ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul, na madrugada de domingo (19), na Rua da Serraria, bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul.

Além de policiais civis da DEHS, o triplo homicídio mobilizou policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Força Tática e peritos criminais do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC).

No local do crime, moradores se aglomeraram nas proximidades para ver os corpos, porém ninguém quis comentar o caso por medo de represálias. Os corpos das vítimas foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML).

Caio era usuário de drogas - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Caio era usuário de drogas – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

Diego era vigilante e foi morto quando cortava caminho pela Rua São Francisco - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Diego era vigilante e foi morto quando cortava caminho pela Rua São Francisco – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

Segundo a polícia, Igor era o alvo e traficante do bairro Morro da Liberdade - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Segundo a polícia, Igor era o alvo e traficante do bairro Morro da Liberdade – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

Publicidade

Comentários