×

Publicidade

Polícia

Professor é executado a tiros quando seguia para o trabalho em Manaus

Crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (16), no bairro Compensa. Diego Lima de Araújo, de 36 anos, foi atingido por oito tiros.

Diego foi assassinado com quatro tiros quando seguia para o trabalho (Foto: Divulgação)

Manaus/AM – O professor Diego Lima de Araújo, de 36 anos, foi assassinado na manhã desta quarta-feira (16), no Beco Santa Maria com a Rua União, no bairro Compensa, na Zona Oeste de Manaus. A vítima morreu no local ao ser atingida com oito tiros. O crime ocorreu um dia após a comemoração do “Dia do Professor”.

Segundo informações da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o crime ocorreu por volta das 6h45. Diego havia saído de casa para dar aulas no Centro Educacional de Tempo Integral Áurea Pinheiro Braga, na Avenida Brasil, no mesmo bairro.

O crime ocorreu no Beco Santa Maria, no bairro Compensa (Foto: Divulgação)

Diego estava montado na motocicleta dele, aguardando a filha, de 17 anos, que havia esquecido um notebook. Minutos depois, foi surpreendido por um homem desconhecido. O professor foi empurrado da moto e, em seguida, atingido com tiros à queima-roupa.

Oito tiros atingiram o educador, sendo três no rosto, dois no peito, dois nas costas e um no braço. Diego ainda teve os pertences como celular, cordão e relógio ambos de ouro roubados. O assassino de perfil magro, conhecido da área, fugiu em direção de um beco.

Diego estava montado na motocicleta dele, quando foi alvejado por tiros (Foto: Divulgação)

Os familiares da vítima estiveram na cena do crime e reconheceram o corpo. Abalados, eles não quiseram comentar sobre o crime. Diego deixa duas filhas, sendo uma de 17 anos e outra com idade entre dois e três anos, de mães distintas.

O crime

A polícia trabalha com crime de latrocínio (roubo seguido de morte), mas não descarta outro motivo para a execução do professor. No mesmo local, o casal de namorados Abed Vitorino Pena Neto, de 24 anos, e Bruna de Azevedo de Souza, de 22 anos, foram executados a tiros na porta de casa no dia 4 de outubro. As circunstâncias da morte do casal ainda misteriosas. 

O corpo de Diego foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), para exames de necropsia. A morte do educador será investigada pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Comentários