×

Publicidade

Polícia

‘Pelezinho’ é morto após discutir com vizinhos por causa de bananeiras

Segundo a polícia, Marcelo chegou a ser socorrido para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Enfermeira Eliameme Rodrigues Mady

O caso está sendo investigado pela DEHS (Foto: Arquivo/Diário Manauara)

Manaus (AM) – O autônomo Marcelo Almeida dos Santos, 37, conhecido como “Pelezinho”, foi assassinado com quatro facadas na noite deste sábado (6), após discutir com vizinhos por causa de plantio de bananeiras. O fato aconteceu por volta das 20h15 na rua João Monte Fusco (antiga rua Samambaia), no conjunto Manauara 1, no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte da capital amazonense.

Publicidade

Segundo informações da polícia, Marcelo ficou enfurecido por ter sido plantado três pés de bananeiras entre os blocos 12 e 13 no condomínio residencial. Após as mudas serem arrancadas, Cleberson Dias dos Santos, 23, chamado “Binho” ou “Índio”, Eliciete Santos da Silva, 57, então, responsáveis pelo plantio, foram tomar satisfação com o vizinho, iniciando uma discussão calorosa.

Durante a desavença, Clebarson e Eliciete pegaram pedaços de madeira com a intenção de agredir Marcelo. Para se defender das agressões, Marcelo entrou na residência e pegou uma faca. Ao sair com a arma branca na mão, ele foi atacado por Cleberson com uma paulada no braço. Na oportunidade, Eliciete desferiu uma cacetada na perna de Marcelo, que reagiu e aplicou um soco no rosto de Cleberson.

Em seguida, Cleberson e Marcelo travaram luta corporal. Na ocasião da briga, um homem conhecido apenas como “Pepe”, irmão de Cleberson, apareceu com uma faca em punho e desferiu quatro facadas contra Marcelo, sendo duas no braço direito, um no pescoço e outra no tórax. Após cometer o crime, o autor dos golpes fugiu do local. Cleberson ainda tentou esfaquear a vítima caída no chão, mas foi impedido por populares.

A vítima foi levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Enfermeira Eliameme Rodrigues Mady, também chamado de “SPA Galileia”, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), Marcelo tinha antecedentes criminais por furto em 11/01/2013 na 11ª Vara Criminal; furto qualificado 03/02/2016 na 5ª Vara Criminal; roubo majorado em 28/02/2019 na 1ª Vara Criminal, e roubo em 19/07/2019 na 11ª Vara Criminal.

O trio suspeito de espancar e matar Marcelo, mora no mesmo condomínio residencial. A DEHS abriu inquérito para elucidar o assassinato. Qualquer informação dos suspeitos, pode ser feita pelos números (92) 3636-2874, da DEHS, e 181 da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

 

 

Comentários

error: Content is protected !!