×

Publicidade

Polícia

Homem é executado com vários tiros na cabeça em conjunto do bairro Compensa 2

Maramed foi executado com vários tiros na cabeça dentro de um conjunto, no bairro Compensa 2 - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Maramed foi executado com vários tiros na cabeça dentro de um conjunto, no bairro Compensa 2 – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

Maramed Matias Abdel Mussa, 35, foi encontrado morto com cinco tiros na cabeça, na noite de quarta-feira (1º), por moradores das Ruas Clóves Barroso Braga e dos Bancários, no Conjunto Rio Xingu, bairro Compensa 2, Zona Oeste de Manaus.

A polícia informou que Maramed tinha passagem por tráfico de drogas - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

A polícia informou que Maramed tinha passagem por tráfico de drogas – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

De acordo com o major Márcio Leite, da Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 20h30. O corpo da vítima estava caído em via pública, próximo de um veículo modelo Corsa Hatch, cor vermelha, placa NOJ-8568, que estava com as portas abertas.

“Os moradores relataram que ouviram vários disparos de arma de fogo e, após alguns minutos encontraram o corpo do homem com tiros na cabeça, em seguida, acionaram a polícia”, disse.

O escultor Carlos Campos Nascimento, 48, disse que estava em casa, quando escutou os tiros. Ao sair na rua viu o carro com as portas abertas e, ao se aproximar deparou-se com o homem morto. Segundo ele, este é o segundo corpo que encontra na quarta-feira.

“Eu escutei vários tiros e depois zoada de moto. Quando ficou calmo, decidi ver o que tinha ocorrido na rua e vi algumas pessoas saqueando o carro e pertences da vítima. Em seguida, outros moradores apareceram no local. Este é segundo corpo que encontro. Na tarde de hoje, encontrei o corpo de uma jovem em avançado estado de putrefação”, disse.

Peritos criminais identificaram pelo menos cinco perfurações de tiros na cabeça da vítima - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Peritos criminais identificaram pelo menos cinco perfurações de tiros na cabeça da vítima – foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

 

Conforme o perito criminal, que preferiu não se identificar, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), pelo menos cinco tiros atingiram a cabeça da vítima, mas o número exato seria contado durante os procedimentos de praxe no Instituto Médico Legal (IML).

No local, os peritos recolheram cápsulas de pistola ponto 40, um celular e uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que estava no bolso da bermuda da vítima, além de documentos de uma mulher, que não teve o nome revelado.

A polícia trabalha com duas hipóteses para o crime. A primeira é que a vítima estivesse com os autores dentro do carro. A outra é que Maramed foi cercado e executado. Segundo a polícia, Maramed tinha passagem por tráfico de drogas, o que reforça um acerto de contas.

O corpo foi removido para o IML e o caso é investigado pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Comentários