×

Publicidade

Polícia

Corpo de trans encontrado em motel é reconhecido pela mãe no IML

A DEHS investiga se o crime ocorrido dentro de um motel foi cometido por um policial militar, que está foragido

Manuella Otto levou dois tiros e não resistiu aos ferimentos (Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – A mulher trans assassinada no início da madrugada de sábado (13), em um quarto do motel “Minha Pousada”, localizado na avenida Samaúma, no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte de Manaus, já foi identificado pela família no Instituto Médico Legal (IML).

Publicidade

Segundo informações da polícia, Otto de Souza Rodrigues, 25, conhecido pelo nome social “Manuella Otto”, que morreu ao ser atingido com dois tiros, foi reconhecido pela mãe após exame de necropsia. O laudo apontou um tiro no braço esquerdo e outro nas costas que transfixou para o peito.

A jovem trans atuava como atriz em uma companhia teatral infantil e organizava eventos pela cidade. Mesmo com apoio da família, Manuella Otto enfrentava preconceito da sociedade. Fora dos palcos, ela procurava rendas extras nas ruas da capital por não conseguir emprego.

Mauella Otto era vista diariamente se prostituindo em frente ao mercado do bairro Nova Cidade, na Zona Norte. Familiares e amigos lamentaram a morte pelas redes sociais. A jovem ainda fez jornalismo, mas sua paixão era o mundo artístico. 

Investigação

Jeremias da Costa Silva, da 12ª Cicom, está sendo investigado com suspeito do crime (Foto: Divulgação)

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga a motivação do crime. No cenário do crime, a equipe de investigação coletou imagens de câmeras de segurança que mostram um homem fugindo em um carro Chevrolet Prisma, de cor branca e placa PHJ-1418.

O veículo pertence ao policial militar Jeremias da Costa Silva, lotado na 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que está afastado das atividades policiais em decorrência de problemas de saúde. Até o momento, o policial militar ainda não foi localizado e está sendo considerado como principal suspeito do crime.

Comentários

error: Content is protected !!