×

Publicidade

Política

“Será a vitória do povo”, diz Amazonino ao votar na Sefaz

"É um dia dos mais importantes da vida de cada um" afirma o candidato ao convocar os eleitores a votarem

Ao votar, Amazonino evocou a “consciência cívica” dos eleitores ao falar sobre  a importância de votar  (Foto: Josemar Antunes)

Manaus – Amazonino Mendes (Podemos), candidato a prefeito de Manaus, votou na Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ), na Zona centro Sul. Após registrar seu voto Amazonino atendeu jornalistas, ele declarou que o voto “exige uma grande consciência cívica”, em mensagem aos eleitores. “Eu diria ao eleitor que hoje é um dia dos mais importantes da vida de cada um. É quando ele tem poder. Pode definir seu próprio futuro, de seus familiares e de seu povo. Portanto, é um dia fundamental que exige uma grande consciência cívica.”

Publicidade

Amazonino compareceu em sua seção eleitoral acompanhado de Francisco Deodato, ex-secretário de Saúde, e de seus assessores. Mostrando-se otimista com a vitória nas  urnas, Amazonino disse que, se for eleito prefeito da capital, “será a vitória do povo”. As projeções de pesquisas de intenção de votos feitas durante a campanha para o segundo turno mostravam Amazonino em segundo lugar na disputa para prefeito.  

O candidato fez ainda um balanço da campanha eleitoral nas eleições de 2020 e disse que essa foi “uma falsa campanha”, referindo as limitações impostas pela pandemia do coronavírus ao contato físico e eventos com aglomeração, “a pandemia proibiu e as chamadas propostas são repetitivas. Eu entendi aqui que a questão era mais de conceito pessoal dos candidatos e é isso que eu espero que a população defina e decida.”

Amazonino faz parte do grupo de risco para o covid-19 e fez uma campanha virtual, deixando o corpo a corpo para o seu vice, Wilker Barreto (Podemos).

Segundo Turno em Manaus

Informações da manhã sobre o segundo turno registraram 80 ocorrências de crimes eleitorais, todos por descumprimento da Lei Seca. A Polícia Civil e a Central Integrada de Fiscalização fecharam 79 bares na noite de ontem e um bar pela manhã, em Manaus.

Os crimes eleitorais podem ser denunciados pelos telefones 190 e 181.

Comentários

error: Content is protected !!