×

Publicidade

Política

‘Em um ano Manaus não sentirá mais falta dos caciques’, afirma David

Candidato diz em sua campanha que combate os velhos caciques da política manauara

O Candidato diz combater os velhos caciques da Política Manauara (Foto: Bruno Zanardo)

Manaus – David Almeida (Avante), em entrevista à TV A Crítica, que em um ano de sua gestão, ao lado de Marcos Rotta (Democratas), os caciques políticos serão esquecidos pelo povo manauara.

Publicidade

A afirmação foi feita no programa que seria um debate eleitoral promovido pela TV, mas foi transformado em entrevista porque o candidato Amazonino Mendes (Podemos) não compareceu. Ele justificou a ausência por “conflito de agenda”.

“Eu não fiz promessas de campanha, nunca prometi nada, fiz compromissos com os manauaras para aplicar bem os recursos públicos da Prefeitura de Manaus e fazer uma gestão competente e que verdadeiramente se empenhe em melhorar a vida das pessoas. Investindo nosso dinheiro de maneira eficiente e com a participação ativa do povo, garanto que em um ano como prefeito da nossa cidade a população vai esquecer esses velhos caciques que só pensam em poder”, afirmou David.

Ao falar sobre ações que pretende implementar a partir de janeiro de 2021, para fortalecer a economia municipal, David ressaltou que, eleito prefeito de Manaus, vai procurar os governos federal e estadual para pedir ajuda para transformar Manaus e dotar a capital do Amazonas de mais saúde, transporte, infraestrutura e novas oportunidades para todos.

Para aprimorar e fortalecer usa gestão, o candidato da coligação Avante Manaus, que é ex-deputado, garantiu que sua relação com a Câmara Municipal de Manaus (CMM) será de parceria e respeito. De acordo com ele, os vereadores precisam de independência para serem propositivos a fim de garantirem o desenvolvimento de Manaus.

“Eu venho do Legislativo. E quando eu fui governador tive um relacionamento maravilhoso com a Assembleia. Ser for eleito, na segunda-feira eu vou à Câmara Municipal, junto aos vereadores da minha base, para iniciar esse relacionamento, pois eu defendo a independência dos poderes e preciso respeitar os representantes escolhidos pelo povo”, afirmou.

*Com informações da assessoria

Comentários

error: Content is protected !!