×

Publicidade

Polícia

Suposto agenciador de garotas de programa é executado com sete tiros

César Junio Duarte de Castro, 20, conhecido como “Junior Mek”, foi alvejado dentro de loja de materiais de construção dos pais.

O crime aconteceu na rua Conde Sapucaí, na comunidade Mundo Novo (Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – César Junio Duarte de Castro, 20, foi executado com sete tiros à queima-roupa, no início da tarde deste sábado (10), por volta das 12h22, nas dependências de uma loja de materiais de construção, localizada na rua Conde Sapucaí, comunidade Mundo Novo, bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital amazonense. O jovem também seria agenciador de garotas de programa. 

Publicidade

À polícia, testemunhas relataram que César estava sentado em uma cadeira de balanço, quando dois homens chegaram ocupando uma motocicleta. Um deles entrou na PC Material de Construção e surpreendeu o jovem com tiros na cabeça, nos braços e no tórax. César morreu no local antes de receber socorro médico.

A vítima foi atingida com um tiro na cabeça, um em cada braço e quatro nas costas (Fotos: Reprodução)

Após o crime, a dupla fugiu tomando rumo ignorado. Câmeras de segurança fixadas na área serão solicitadas pela polícia para identificar os autores. Pelas características, a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) é descartada inicialmente, já que nada foi levado do estabelecimento comercial.

Conforme a polícia, César era filho dos proprietários da loja de materiais de construção, que estão internados em uma unidade hospitalar para tratamento de Covid-19. O corpo de César passou por perícia e depois foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

Investigação

César seria agenciador de garotas de programa (Fotos: Reprodução)

A Polícia Civil obteve informações importantes e não descarta três hipóteses de motivação para o crime. Recentemente, o estabelecimento comercial foi assalto e César passou sofrer represálias. A outra possibilidade seria o envolvimento do jovem com o tráfico de drogas. A terceira suspeita para compreender a dinâmica do crime, pode ser um cliente insatisfeito, já que César era agenciador de garotas de programas.

Última postagem feito pelo jovem (Foto: Reprodução)

Pessoas ligadas ao jovem conhecido no meio social como “Junior Mek” relataram que um acordo malsucedido ou apropriação de algum bem e dívidas com drogas, podem ter motivado o assassinato. A última mensagem publicada por César nas redes sociais é avaliada pela polícia como a mais provável relação ao tráfico. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o assassinato.

Comentários

error: Content is protected !!