×

Polícia

Sumiço de jovem em Manaus está cercado de mistério, diz família

Há dez meses, os familiares buscam por respostas e pistas sobre sumiço de Érica Ferreira dos Santos que foi morar com amiga

Érica Ferreira dos Santos, 24, está desaparecida desde setembro de 2019 (Foto: Reprodução)

Manaus – Há dez meses, o desparecimento de Érica Ferreira dos Santos, 24, atormenta e intriga os familiares da jovem natural de Faro, no oeste do estado do Pará (PA). Ela deixou sua cidade natal para morar com uma amiga no bairro Nova Esperança, na Zona Oeste de Manaus.

Segundo informações obtidas pelo Portal Diário Manauara, Érica morava com os pais até receber o convite de uma amiga para mudar de cidade. No dia 23 de fevereiro de 2019, a jovem passou a conviver na casa de uma amiga, mas uma suposta discussão entre as amigas, pois fim na convivência.

A reportagem teve informações que Érica, durante o curto período na casa da amiga, havia antes conhecido um homem pelas redes sociais natural de Ijuí, no estado do Rio Grande do Sul (RS).

Durante alguns meses, o homem fez diversos depósitos bancários em uma conta fornecida por Érica, que alegava estar sem trabalho e que sobrevivia do benefício da Bolsa Família. Após vários meses de contatos via mensagens instantâneas de aplicativo, o homem decidiu viajar para Manaus e conhecer a jovem.

O primeiro encontro do casal aconteceu no Supermercado DB, localizado na Avenida Coronel Teixeira, no bairro Nova Esperança. Na ocasião, Érica estava acompanhada da sobrinha, Maria Hiana Bitencourt dos Santos, 22.

Durante o encontro, Érica comentou que havia discutido com a amiga e estava sem local para morar, mas preferiu não revelar o motivo do desentendimento. Ainda com as malas da viagem, o homem, então, sugeriu a jovem que fossem morar juntos.

O homem alugou um apartamento no bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus, mas o relacionamento do casal não deu certo motivado por ciúmes e atitudes desagradáveis. Isso por que, Érica estava com amizades erradas e mantendo uma relação extraconjugal.

Amigos ouvidos pela reportagem, que preferiram anonimato, relataram que Érica ainda no município de Faro fez laços de amizade com uma mulher, que possui suposto envolvimento com o tráfico de drogas e que atualmente reside na capital amazonense.

Segundo os amigos, a jovem estava trabalhando como empregada doméstica em uma casa no conjunto Viver Melhor, bairro Lago Azul, Zona Norte da cidade. Eles confirmaram que Érica costumava sair com pessoas envolvidas com o tráfico e que namorava um traficante.

“Érica fez amizade com pessoas barra pesada e conheceu um traficante de uma facção criminosa, com quem mantinha um relacionamento amoroso. Soubemos que ela estava morando com ele na invasão Monte Horebe, mas a casa foi metralhada por rivais em setembro do ano passado. Desde então, não tivemos mais notícias dela”, disseram os amigos.

Família

A jovem morou com os pais em Faro, no Pará (Foto: Reprodução)

Josilene dos Santos Mendes, 19, disse que o último contato com a tia ocorreu em julho do ano passado por meio de mensagens nas redes sociais. O irmão de Érica que reside na capital fez buscas em hospitais, delegacias e Instituto Médico Legal (IML), além de alguns bairros que a jovem costumava frequentar, mas sem sucesso. Ela confirmou ainda que Érica fazia uso de drogas. 

“A família está há quase um ano sem respostas e pistas que levem o paradeiro da minha tia. Estamos totalmente às cegas com dor e aflição. Ela usava drogas e o último contato ocorreu dois meses antes do sumiço por meio de mensagens, quando disse que estava tudo bem. Depois disso, ela postou uma foto no dia 13 de setembro de 2019 e nunca mais tivemos notícias dela. Todo dia é uma angustia, de não saber o que aconteceu. Essa ausência dói demais”, contou Josilene, sobrinha da desaparecida, mãe de um casal de filhos menores.

Os familiares informaram que não fizeram nenhum Boletim de Ocorrência (B.O.) sobre o desaparecimento alegando problemas financeiros, mas que irão procurar à Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops) para formalizar o fato.

Qualquer informação que possa levar ao paradeiro de Érica dos Santos Ferreira pode entrar em contato com a família por meio dos números (92) 99336-2326 ou 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM).

Publicidade

Comentários