×

Publicidade

Polícia

Rocam prende casal ligado ao CV com 6 armas de fogo no bairro Compensa

Durante a ação dos policiais militares, Alex Reis da Silva, chamado “Nariz”, apontado como chefe de organização criminosa, conseguiu fugir entre os becos.

Foram apreendidas seis armas de fogo, entre pistolas e revólveres, além de 36 munições (Foto: Divulgação/Rocam)

Manaus – Bruno Ferreira Bandeira, de 26 anos, e Michelle dos Santos Vasconcelos, de 26 anos, foram presos com seis armas de fogos na tarde desta sexta-feira (21), no Beco Areal, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. Alex Reis da Silva, conhecido apenas como “Nariz”, conseguiu fugir da ação de policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam).

Segundo informações do tenente Guilherme Martins, da Rocam, a guarnição recebeu várias denúncias anônimas que uma casa abrigava integrantes de uma facção criminosa e armas de fogo. O bando teria sido responsável pela morte do pedreiro Wallemberg Vieira Bello, de 31 anos, que foi executado na manhã da última quinta-feira (13), no Beco da Paz, mesmo bairro.

“A nossa equipe recebeu várias denúncias anônimas que os autores do homicídio ocorrido no dia 13 de fevereiro estavam escondidos em uma casa, que servia também para guardar as armas de fogo usadas na execução. Na ocasião, um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o bando atacando um homem que havia saído de casa para comprar pães”, informou o tenente Guilherme Martins.

Na revista pessoal, foi encontrada na cintura de Breno uma pistola calibre 380 milímetros. Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), os policiais constataram que Breno tinha um mandado de prisão em aberto por roubo.

Questionado, Breno confirmou aos policiais que “Nariz” era seu chefe no Comando Vermelho (CV) e indicou o endereço de uma casa que servia para guardar armas de fogo da facção criminosa. Ao perceber a presença dos policiais, “Nariz” conseguiu escapar entre os becos, porém a esposa dele acabou não tendo a mesma sorte.

Durante a varredura na casa, os policiais apreenderam mais cinco armamentos, sendo três revólveres calibre 32 e 38, duas pistolas calibre ponto 40, 9 e 380 milímetros, além de 36 munições.

Bruno e Michelle foram submetidos ao exame de corpo de delito (Foto: Diário Manauara)

Diante dos fatos, o casal recebeu voz de prisão e foi apresentado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos legais e, posteriormente, encaminhado para exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).

Publicidade

Comentários