×

Publicidade

Polícia

Presa dupla por apropriação de bens, extorsão e agiotagem contra 2 idosas

As idosas foram encontradas sozinhas em casa, em condições precárias, que evidenciaram a falta de assistência necessária

DECCI (Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM)

Manaus (AM) – A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI), prendeu em flagrante, na tarde desta quinta-feira (7), duas mulheres de 49 e 58, pelos crimes de abandono de incapaz, apropriação de bens e exposição ao perigo da integridade física e psíquica, praticados contra duas idosas de 62 e 88 anos. A prisão ocorreu nos bairros Novo Aleixo e Colônia Antônio Aleixo, zonas norte e leste de Manaus.

Publicidade

De acordo com a delegada Andréa Nascimento, titular da DECCI, as duas infratoras são irmãs e praticavam os crimes contra a mãe delas, a idosa de 88 anos, e a irmã, 62, desde o ano passado. Conforme a delegada, as idosas foram encontradas sozinhas em casa, em condições precárias, que evidenciaram a falta de assistência necessária.

“Nós já tínhamos conhecimento sobre o caso e, inclusive, estávamos fazendo um acompanhamento dessas idosas, pois já existe um procedimento que foi encaminhado à Justiça. Hoje fomos até o local, e verificamos que a negligência continuou, ocasião em que efetuamos a prisão em flagrante das duas autoras”, relatou a titular.

Ainda conforme a delegada, a vítima de 62 anos vive acamada por ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC), e encontrava-se suja por fezes e urina, sem ainda ter se alimentado, além de apresentar lesões de escaras pelo corpo. Já a vítima de 88 anos, queixava-se de fraqueza e dores pelo corpo, sem higiene satisfatória, e também sem alimentação.

“Constatamos que a casa estava suja, não havia alimentos suficientes para uma alimentação adequada. É importante ressaltar que, uma das autoras é responsável por receber o dinheiro de uma das idosas, e não compra itens para os cuidados básicos da mesma”, contou a delegada.

Andréa informou que as idosas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na própria casa, e agora permanecem aos cuidados de uma familiar.

Procedimentos

As mulheres irão responder pelos crimes de abandono de incapaz, apropriação de bens, expor ao perigo a integridade e a saúde física ou psíquica do idoso, além de deixar de prestar assistência à saúde. Elas serão encaminhadas à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria

Comentários

error: O conteúdo está protegido !!