×

Publicidade

Polícia

Jovem ligado ao PCC é executado a tiros após desafiar membros do CV

A polícia suspeita que “Marquinhos” foi morto após divulgar vídeos ostentado drogas e armas de fogo nas redes sociais

Marquinhos foi morto em uma emboscada (Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – Com pelo menos oito tiros, um jovem conhecido apenas como “Marquinhos”, 17, foi executado na tarde desta segunda-feira (22), por volta das 14h40, na rua Boa Sorte, no bairro Colônia Terra Nova, na Zona Norte de Manaus.

Publicidade

À polícia, testemunhas relataram que “Marquinhos” chegou ao local acompanhado de outro jovem, vulgo “Apocalipse”, então, cunhado e membro da facção criminosa Comando Vermelho (CV).

Na ocasião, “Marquinhos” senta-se na calçada e espera “Apocalipse” finalizar uma ligação, aparentemente, uma conversa com o mandante do crime. Sem perceber que estava em uma emboscada, “Marquinhos” é surpreendido com vários tiros pelas costas.

Após os disparos, o autor do crime abordou um mototaxista e fugiu do local, deixando vários estojos de pistola espalhados próximo ao corpo do rapaz, que morreu na hora. A área foi isolada por policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Conforme a polícia, o jovem divulgou vídeos ostentado drogas e armas de fogo nas redes sociais. Na gravação, “Marquinhos”, que era morador do bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste da capital, se intitula como membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e afronta integrantes do CV.

A polícia obteve informações que “Marquinhos” e “Apocalipse” se conheceram na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). Com a amizade estabelecida, “Marquinhos” passou namorar Elô Lisboa, irmã do novo amigo, a quem chamava de mano e que já pertencia à facção rival. 

Para a polícia, o crime pode ter relação com briga entre facções criminosas. O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), onde segue sem reclamação por parte de familiares. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Veja os vídeos:

Comentários

error: Content is protected !!