×

Publicidade

Polícia

Duas pessoas morrem em ataque no bairro do Guamá, em Belém

Durante o atentado na tarde deste domingo (21), um adolescente de 16 anos ficou ferido, e não corre risco de vida

Câmeras de segurança instaladas captaram imagens do crime (Foto: Reprodução)

Belém (PA) – Alan Williams Souza Santos, 24, e Luan Gabriel da Silva Rocha Teixeira Dias, 20, morreram na tarde deste domingo (21), após serem alvejados a tiros na rua Passagem Jambu, no bairro do Guamá, na Zona Sul de Belém (PA). Durante o ataque, um adolescente de 16 anos ficou ferido.

Publicidade

De acordo com imagens que circulam nas redes sociais, o crime ocorreu por volta das 16h24. Um táxi branco, modelo Toyota/Etios, de placa PHI-2824, se aproxima dos rapazes, que estão conversando. Três homens descem do veículo e começam atirar contra o grupo.

Os jovens saem correndo e são perseguidos pelos atiradores. Um dos rapazes é alvejado com vários tiros após cair no chão. Em seguida, o trio armado foge do local.

As vítimas foram socorridas e levadas em estado grave para o Pronto-Socorro do Guamá. Alan Williams e Luan Gabriel não resistiram aos ferimentos. A ocorrência mobilizou equipes do 20° Batalhão da Polícia Militar.

À polícia, testemunhas relataram o veículo era ocupado por cinco homens, entre eles “Arthurzinho”, conhecido na área por envolvimento com o tráfico de drogas.

Durante as buscas, o carro usado no atentado foi apreendido com restrição de roubo e uma pessoa suspeita de participação no ataque foi presa. A Polícia Civil informou que ainda não há informações sobre a motivação dos crimes.

Veja o vídeo:

Em nota, a Polícia Civil informa que apura o duplo homicídio ocorrido neste domingo (21), no bairro do Guamá, em Belém. De acordo com as investigações iniciais, três pessoas foram atingidas por disparos de arma de fogo. Todos os feridos foram socorridos, mas dois evoluíram a óbito. A terceira vítima, menor de idade, não corre risco de vida. O autor dos disparos estava em um veículo roubado. O dono do mesmo foi identificado e já prestou depoimento a PC. No relato o homem informou que foi sequestrado e obrigado a dirigir para o criminoso. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o crime. Diligências estão sendo feitas para prender o criminoso”.

O crime

O crime da tarde deste domingo (21), ocorrido nas proximidades do “Wanda’s Bar”, é o mesmo local que resultou na morte de 11 pessoas no dia 19 de maio de 2019, quando homens encapuzados chegaram em carro preto e motocicleta. Seis homens e cinco mulheres morreram, entre elas Vanda, proprietária do bar. O caso ficou conhecido pela “Chacina do Guamá”.

Comentários

error: Content is protected !!