×

Publicidade

Polícia

‘Dieguinho’ é assassinado com facadas e tiros na Zona Norte de Manaus

Conforme a polícia, Marcos Diego estava reunido com outras pessoas em uma banca de peixe, quando soube que homens querendo matá-lo.

Marcos Diego foi assassinado a tiros e facadas, dentro de uma casa (Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – Com tiros e facadas, Marcos Diego Oliveira Dias, 30, conhecido como “Dieguinho”, foi encontrado morto no final da manhã desta segunda-feira (12), dentro de uma casa na rua São Eusébio, na comunidade Monte Pascoal, no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte da capital amazonense.

Publicidade

Segundo a polícia, Marcos Diego chegou ao local pilotando uma motocicleta, modelo Fazer 150, nas cores preta e laranja, de placa PHF-0383, e ficou reunido em uma banca de peixe com outras pessoas, entre elas “Henrique” e “Ramon”, que são irmãos.

Durante os levantamentos, a polícia obteve informações que por volta das 11h, Marcos Diego soube que homens estavam procurando para matá-lo. Por conta da situação, Marcos Diego entrou na casa dos parceiros “Henrique” e “Ramon”, mas foi perseguido e assassinado nos fundos da residência.

Após a conclusão do serviço, os criminosos fugiram do local. Conforme a polícia, “Henrique” e “Ramon”, também não foram encontrados no imóvel. Entretanto, uma informação valiosa a respeito do caso chamou atenção da polícia. Testemunhas relataram ter visto “Ramon” com uma das mãos cortada. 

A vítima não morava no local (Foto: Divulgação)

Conforme a perícia criminal, Marcos Diego foi alvejado com dois tiros, sendo um nas costas e outro no joelho. A vítima também apresentava cortes feitos por faca, um na mão e outro profundo no pescoço, como tentativa de decapitação. O local de crime havia ainda sinais de luta corporal.

A polícia suspeita que o crime foi motivado por conta de desentendimento e pode ter relação com o tráfico de drogas. Marcos Diego era envolvido com a comercialização de entorpecentes na região. 

Após os procedimentos, o corpo foi removido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar a motivação do crime.

Comentários

error: Content is protected !!