×

Publicidade

Polícia

Comerciante é executado a tiros por dupla em moto na Zona Oeste de Manaus

Silvan foi executado com cinco tiros por dois homens em moto (Foto: Lucas Pereira/DM)

 

Manaus/AM – O comerciante Silvan Guimarães Pietro, de 32 anos, foi executado com cinco tiros na noite deste sábado (5), dentro do próprio mercadinho na rua Vicente Torres Reis esquina com a rua Arthur Reis, no conjunto Jardim dos Barés, bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus.

De acordo com as informações repassadas pelo sargento Loureiro Melo, da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), dois homens, ainda não identificados, chegaram ao local em uma motocicleta e, em seguida, entraram no estabelecimento comercial anunciando o assalto.

 

Câmeras de segurança do local registraram o crime (Foto: Lucas Pereira/DM)

 

A dupla ordenou que os clientes e funcionários deitassem no chão. Já Silvan foi levado para o fundo do mercadinho onde foi alvejado a tiros. O comerciante morrer no local. Após o crime, os criminosos fugiram e depois abandonaram a moto em uma rua do bairro. O veículo foi levado ao 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Durante os trabalhos da polícia, alguns moradores relataram que o comerciante era agiota e tinha relação com o tráfico de drogas. Silvan costumava ir ao mercadinho apenas para arrecadar a renda do dia. Informações preliminares dão conta que os criminosos já estavam monitorando o comerciante.

Conforme informações da perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Silvan foi atingido com cinco tiros, sendo um no pescoço e quatro na cabeça. Alguns projéteis foram recuperados, bem com as imagens do mercadinho que devem ajudar na identificação dos criminosos. A picape da vítima também passou por perícia.

 

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (Foto: Lucas Pereira/DM)

 

A Polícia Civil descartou o crime de latrocínio (roubo seguido de morte), visto que nada foi levado da vítima. As hipóteses de agiotagem e possível envolvimento da vítima com entorpecentes são fortes indícios para o crime de pistolagem. A vítima tinha amizade com um colombiano envolvido no tráfico de drogas.

O corpo de Silvan foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, Zona Norte da capital. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Comentários