×

Publicidade

Polícia

Catador é morto com dois tiros a caminho do trabalho, na Zona Leste de Manaus

Vandor Ney Gomes da Silva, de 34 anos, ainda tentou se esconder na casa de um vizinho (Foto: Mário Souza/DM)

 

Manaus/AM – O catador de sucatas Vandor Ney Gomes da Silva, de 34 anos, foi assassinado a tiros após sair para trabalhar na manhã desta sexta-feira (28). O crime aconteceu por volta das 7h, no bairro Zumbi dos Palmares 2, Zona Leste de Manaus. A vítima estava recebendo ameaças e já tinha passagens pela polícia.

A vítima já tinha passagens pela polícia pelo crime de roubo e estava recebendo ameaças (Foto: Mário Souza/DM)

 

O pai da vítima, Waldir Pereira da Silva, de 65 anos, esteve no local e reconheceu o corpo do filho. Segundo ele, Vandor Ney saiu de casa na Rua Maurício Lopes, avisando que iria trabalhar. Ao chegar na esquina da Rua Padre Ramim, foi surpreendido a tiros por três homens desconhecidos. A vítima tentou se esconder na casa de um vizinho, mas foi alcançado e morto pelos criminosos.

“Eu estava em casa, quando outro filho foi avisar do ocorrido. Vandor Ney juntava todos os dias sucatas de ferro e alumínio pelas ruas. Ele já tinha passagens por roubo e estava recebendo ameaças de morte, mas ninguém tinha o direito de matá-lo. Assim como ele cumpriu a pena pelo crime, também espero que o assassino seja encontrado pela polícia e pague da mesma forma na Justiça”, disse.

 

A perícia criminal informou que dois tiros atingiram a cabeça da vítima (foto: Mário Souza/DM)

 

O pai ressaltou que Vandor Ney também era usuário de drogas e já tinha sofrido um atentado neste ano ao ser atingido com um tiro no pé, mas desconhece a motivação do crime.

A perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) confirmou que a vítima foi morta com dois tiros na cabeça. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Comentários