×

Publicidade

Polícia

Capitão da PM é morto com tiro no abdômen na Zona Leste de Manaus

Nas imagens capturadas por volta das 22h36, de Souza Chaves, 32, aparece passeando com o seu cachorro, quando é surpreendido por bandidos

Deivide foi atingido com um tiro no abdômen e morreu no pronto-socorro (Foto: Diário Manauara)

Manaus – O capitão Deivide de Souza Chaves, 32, da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), foi assassinado na noite dessa terça-feira (12), após ser atingido com um tiro na rua Dr. Porfirio Nogueira (antiga 7), no conjunto Castanheiras, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus.

Publicidade

A ação criminosa foi registrada por uma câmera de segurança do local. Nas imagens capturadas por volta das 22h36, Deivide aparece passeando com o seu cachorro, quando surge um carro Chevrolet/Onix, de cor branca,d e placa PHS-0C06. Na ocasião, o passageiro aponta uma arma de fogo e, em seguida, o policial arremessa o celular no teto do veículo e se afasta.

Antes de sacar uma arma de fogo, o criminoso efetua vários disparos e atinge Deivide na região da barriga. Mesmo caído no chão, o capitão da PM ainda efetua tiros contra os criminosos, que fogem sem levar o celular da vítima. Ferido, o policial levanta e caminhava por alguns metros até ser socorrido por familiares.

Deivide é levado às pressas para o Pronto-Socorro (PS) Dr. João Lúcio, na mesma zona, sendo atendido no setor de politrauma com perfuração no abdômen. Apesar dos esforços da equipe medica do centro cirúrgico, Deivide não resistiu ao ferimento. O corpo foi removido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML).

No início da manhã, o delegado Charles Araújo, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), esteve no local do crime acompanhado de uma equipe de investigadores. As imagens de câmeras de monitoramento fixadas em imóveis foram analisadas.

Para a polícia, o crime é analisado inicialmente como tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte), mas não descarta outra motivação para o assassinato. A polícia obteve o nome do atirador, conhecido apenas como Felipinho”, e segue investigando o caso.

O carro 

Após o crime, o veículo usado no assassinato de Deivide  foi encontrado abandonado por policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), no Distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). Dentro do carro, os policiais encontraram documentos, sendo um Registro Geral e uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Veja o vídeo da ação criminosa:

 

 

Comentários