×

Polícia

Após roubo de carro, um suspeito morre e dois ficam feridos em tiroteio

Os suspeitos usaram um simulacro de arma de fogo para assaltar o motorista de transporte por aplicativos no bairro cidade Nova, na Zona norte de Manaus

Um dos suspeitos que dirigia o carro foi baleado e morreu no local (Foto: Divulgação)

Manaus – Um homem morreu e dois ficaram feridos na noite de quarta-feira (3), após confronto com policiais militares na Avenida Timbiras, no bairro Cidade Nova, na Zona Nortede Manaus. O trio havia assaltado um motorista de transporte de aplicativos. 

De acordo com o major Idevandro Colares, do Comando Geral de Policiamento Ostensivos (CGPO), a abordagem aos suspeitos ocorreu após o motorista de transporte por aplicativo Diego Pereira acionar uma viatura policial e informar que o carro de trabalho havia sido levado durante assalto. 

O veículo foi tomado de assalto na rua 27, no bairro Cidade Nova. Na ocasião, os criminosos usaram um simulacro de arma de fogo para render o motorista que estava fazendo contagem de uma quantia em dinheiro. 

Após a equipe localizar o veículo, os policiais solicitaram que o condutor parasse o automóvel. Entretanto, o pedido foi ignorado e um dos ocupantes abriu fogo contra os policiais, que por sua vez revidaram a justa agressão. 

Outros dois ocupantes do carro, um deles usando tornozeleira eletrônica, também foram alvejados e presos (Fotos: Divulgação)

Durante a perseguição com intensa troca de tiros, um motociclista foi atropelado pelo trio e precisou ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O condutor do carro foi baleado e morreu no local. Outros dois ocupantes, sendo um monitorado por tornozeleira eletrônica, também foram alvejados. 

Ainda assustado com ação criminosa, Diego Pereira relatou que estava contando dinheiro da renda quando foi abordado pelos criminosos que chegaram apontando uma arma de fogo. 

“Eles chegaram apontando a arma e gritando para eu sair do carro. Eu saí correndo e logo avistei uma viatura da PM. Eu segui com os policiais e, em seguida, alcançamos os assaltantes em uma perseguição cinematográfica”, disse a vítima. 

O corpo do suspeito foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) após passar por procedimentos da perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC). O caso foi registrado como intervenção policial na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

Publicidade

Comentários