×

Pesquisa e Inovação

Parceria entre UGPE e CETAM vai capacitar moradores do Prosamin+

A iniciativa vai proporcionar novas oportunidades no mercado de trabalho e melhor qualidade de vida para os moradores dos residenciais

Representantes assinaram o termo de cooperação técnica (Foto: Tiago Corrêa/UGPE)

Manaus (AM) – A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM) assinaram, nesta quarta-feira (27), termo de cooperação técnica para promoção de cursos direcionados aos beneficiários do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+). Os cursos serão realizados nos residenciais Mestre Chico e Liberdade, localizados na zona sul de Manaus e estão inseridos nas ações socioambientais do programa do Governo do Amazonas.

Publicidade

De acordo com o coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo, as capacitações ofertadas em parceria com o Cetam visam ao desenvolvimento socioeconômico nas áreas alcançadas pelo programa. “O Cetam é um parceiro histórico da UGPE. Já qualificou de 2019 para cá mais de duas mil pessoas. A gente está renovando o compromisso com a instituição para que, ao longo dos próximos anos, mais pessoas do Prosamin+ sejam capacitadas e aptas a ingressar no mercado de trabalho”, disse.

O diretor-presidente do Cetam, professor José Augusto Melo, afirma que o Governo do Estado tem um braço social muito forte e o Cetam tem a missão de difundir o conhecimento. “É uma determinação do governador Wilson Lima a ampliação do atendimento do Cetam e a forma mais eficaz disso acontecer é através de parcerias. Com a UGPE, a parceria já vem acontecendo há algum tempo e, agora, com a ampliação do atendimento do Prosamin, a gente consegue beneficiar mais pessoas para gerar trabalho e renda”, concluiu.

Inicialmente, serão oferecidos cursos de assistente administrativo; recepcionista; conferente de mercadorias; estoquista; almoxarife; operador de caixa; repositor de mercadoria; instalação e manutenção de condicionadores de ar; informática básica e informática básica para idosos.

A maioria dos cursos terá turmas com 30 vagas. A única exceção são os cursos de informática, que contam com sete vagas por turma. Os cursos possuem carga horária de 60h a 160h.

0“Essa parceria se estende no sentido de olhar para cada comunidade, uma vez que o Cetam ministra aula em várias áreas do conhecimento e capacita pessoas em idades e interesses diferentes. No final, quem ganha é a comunidade atendida pelo Prosamin+”, observou a subcoordenadora Social da UGPE, Viviane Dutra.

*Com informações da assessoria

Comentários