×

Publicidade

País

Arnaldo Saccomani, produtor musical e compositor, morre aos 71 anos

O artista ficou conhecido por lançar grandes nomes para a música brasileira e crítico como jurado em programas de calouros da televisão

Arnaldo Saccomani (Fotos: roberto Remanis)

O produtor musical, instrumentista e compositor Arnaldo Saccomani, 71, morreu na madrugada desta quinta-feira (27), no próprio sítio localizado na cidade de Indaiatuba, no interior de São Paulo. Ele sofria de insuficiência renal e diabetes. Desde julho do ano passado, o artista fazia hemodiálise.

Publicidade

De acordo com a família, Saccomani deixa duas filhas e esposa. Apesar dos problemas de saúde, a causa da morte não foi divulgada. O velório foi marcado no Cemitério Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes.

Trajetória

Arnaldo Saccomani iniciou a carreira em 1960 e produziu álbuns de grandes artistas da música brasileira, como Fábio Júnior, Rita Lee, Ronnie Von e Tim Maia, entre outros. Ele ainda foi o responsável pelo lançamento do estilo de pagode romântico e do grupo Mamonas Assassinas.

Considerado um dos grandes nomes do cenário musical, o artista ficou conhecido do público ao participar de programas caça-talentos em rádio e televisão, fazendo o papel de jurado. Um dos trabalhos foi com o cantor mexicano Luís Miguel.

Com postura ríspida e bastante crítico, Saccomani atuou nos programas de calouros “Astros”, “Ídolos” e “Qual é o Seu Talento?”, todos do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), onde ele também realizou os últimos trabalhos.

Comentários

error: Content is protected !!