×

Publicidade

Esportes

Vôlei da Nilton Lins busca 3º título da Conferência Norte de Quadras, em São Luís

A equipe de vôlei da Nilton Lins segue para o evento em busca do terceiro título. (Foto: Mauro Neto/Sejel)

A equipe de vôlei da Nilton Lins segue para o evento em busca do terceiro título. (Foto: Mauro Neto/Sejel)

A Conferência Norte de Quadras que acontece de 8 a 13 de maio, em São Luís (MA), vai reunir os principais times da região Norte. Do Amazonas, a equipe de vôlei da Nilton Lins segue para o evento em busca do terceiro título, uma vez que detém o bicampeoanto de 2014 e 2015. Da capital, vão para a disputa dez atletas, além do técnico Harley Barroncas, que embarcam nesta segunda-feira, dia 7. Para a Conferência, a delegação recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Equipe de vôlei da Nilton Lins. (Foto: Mauro Neto/Sejel)

Equipe de vôlei da Nilton Lins. (Foto: Mauro Neto/Sejel)

Compõe a equipe amazonense os atletas Ramon Hitotuzi (líbero), Kleist Mendonça (oposto), Alan Cardoso (ponteiro), Antonio Junior (ponteiro), Caio Victor Cunha (meio), Fabiano Santos (levantador), Maik Barbosa (levantador), Paulo Pantoja (oposto), Rodrigo Fróes (meio) e Nayton Silva (oposto). Para a Conferência, o time vem treinando desde fevereiro e passou a intensificar os treinos no último mês. De três dias na semana, o sábado também ‘entrou’ para o cronograma.

“Estamos empolgados com essa Conferência, pois já nos destacamos, e queremos voltar a ocupar o pódio esse ano. Seremos os únicos representantes do Amazonas na competição e, por isso, estamos levando ainda mais a sério essa competição. Tanto é, que estávamos treinando segunda, terça e quarta, das dez da noite até meia-noite, e incluímos o sábado também, das 15h às 18h.É uma preparação puxada, pois muitos trabalham e estudam, mas vale a pena pelo sonho”, destacou a gerente da equipe, Lilian Valente, que também realiza o treino com os meninos.

Ainda segundo Lilian, a equipe campeã do regional estará automaticamente classificada para a fase final da competição, que acontece no mês de setembro, em Recife, e reúne as equipe mais fortes do País. A melhor colocação do Amazonas na disputa nacional foi conquistada em 2015, quando a equipe faturou a terceira colocação.

Para a Conferência, o caminho até a medalha não será fácil, uma vez que as equipe do Pará e do Amapá brigam diretamente com a Terrinha Baré. Entretanto, a professora aposta em três nomes experientes para dar ainda mais vida à equipe, como é caso de do oposto Kleist, o mais experiente do tim; o líbero Ramon, e o levantador Maik.

“Nosso time é forte, sincronizado, e contamos com jogadores experientes que fazem a diferença e que confio muito, como é o caso do Kleist, que é um jogador versátil, tem experiência internacional, voltou recentemente da Grécia, e é um dos mais rodados. O Maik é um levantador aguerrido, que ajuda muito a equipe e temos o Ramon, que trabalha pensando no conjunto. Ou seja, estamos bem de conjunto e vamos com tudo”, destacou.

Com informações da assessoria

Publicidade

Comentários