×

Publicidade

Esportes

Vasco perde para Cabofriense e torcida não perdoa atuação

Abel Braga admite inicio ruim e agora vai focar na Copa Sul-Americana

O time do Vasco deixou o gramado com os gritos de “time sem vergonha” (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Rio de Janeiro – O Vasco fez apenas sua quarta partida no ano e já está pressionado. A derrota por 1 a 0 para a Cabofriense, em São Januário, nesta sexta-feira (31), mostrou uma equipe que ainda precisa melhorar muito, e a torcida não perdoou. Ao fim do confronto, vaias e críticas aos jogadores, ao técnico e ao presidente do clube.

Com os gritos de “time sem vergonha”, o Vasco deixou o gramado com quatro pontos conquistados em quatro jogos. Podendo alcançar no máximo 10 pontos na Taça Guanabara, o técnico Abel Braga admitiu que o momento é de pensar em outra competição.

“A verdade é que é praticamente impossível você torcer para os caras (Volta Redonda e Madureira) perderem duas. Agora nós vamos priorizar obviamente a Sul-Americana”.

A Cabofriense ainda não tinha marcado um ponto sequer no Campeonato Carioca. A vitória com o gol de Léo Aquino, de pênalti, expôs a dificuldade do Vasco em criar chances de gol e ser mais organizado em campo. Abel Braga reconhece o início ruim de 2020.

“Nós temos que jogar melhor. O torcedor está muito chateado e com razão. Não estamos conseguindo, não tá fluindo. E tem que fluir. E nós vamos achar o time, nem que seja com moleque, com garoto. Tava calor? Estava. Para quem cria é mais complicado. Nós tentamos, mas não criamos, só um pouco mais no segundo tempo, mas é pouco. O adversário jogou também com esse calor. Mas aqui ninguém vai desistir não, e não pensa que não tem cobrança. Tem muita, inclusive foi uma cobrança séria. Jogador é assim, depois fala que não teve chances, não teve isso ou aquilo. Hoje, nós esperávamos uma atuação bem melhor, e a verdade é essa, não aconteceu”.

O próximo compromisso do Vasco será no domingo (2 de fevereiro), contra o Botafogo, às 16h, no Estádio Nilton Santos. Abel deve levar a campo o time reserva, já que o titular será poupado para a partida de quarta-feira (05), contra o Oriente Petrolero, pela Copa Sul-Americana.

Publicidade

Comentários