×

Publicidade

Esportes

Semi da Série D: Jacuipense e Manaus empatam na Arena da Amazônia

Nos primeiros jogos em busca de vaga na final, Jacupa e time amazonense ficaram no 1 a 1. Galo de Itu bateu o Brusque-SC por 2 a 0, no Novelli Junior.

Jacuipense e Manaus fizeram uma partida equilibrada (Foto: Renan Oliveira/E.C. Jacuipense)

O primeiro confronto das semifinais foi disputado neste domingo (28), com empate em 1 a 1 entre Jacuipense-BA e Manaus-AM. Os dois times já garantiram o acesso à Série C de 2020. 

O jogo

No Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe (BA), o Manaus-AM dominou as ações no primeiro tempo da partida. Marcando pressão desde o campo de ataque e explorando bem as laterais, o Gavião criou as melhores chances e não dava espaço para a Jacuipense.

No entanto, a equipe da casa conseguiu sair na frente aos 26 minutos, quando Thiago Lima converteu pênalti. Os visitantes, no entanto, seguiram firmes e chegaram ao empate aos 42 minutos. Hamilton aproveitou saída de bola errada e marcou um golaço para deixar tudo igual: 1 a 1.

Na volta do intervalo, apesar de o Gavião seguir melhor, o rendimento caiu. E a melhor oportunidade foi desperdiçada por Negueba. O jogador escorregou na cobrança do pênalti e deixou passar a chance de vitória para o Manaus.

Com o resultado, a decisão fica aberta para o confronto da volta, marcado para o próximo sábado (3), às 18h, na Arena da Amazônia.

Ituano-SP 2 x 0 Brusque-SC

ogando em casa, no Novelli Junior, o Ituano tomou a iniciativa diante do Brusque. Angelotti já tinha finalizado com perigo duas vezes quando, aos 20 minutos, Claudinho subiu de cabeça e abriu o placar para os donos da casa. Após o gol, o time catarinense se impôs e quase empatou no chute de longe de Junior Pirambu, que explodiu no travessão, e na cobrança de escanteio de Cleyton, que tirou tinta da trave.

No segundo tempo, o Ituano seguiu dominando e ampliou aos 21, quando Mateus subiu bem e marcou de cabeça: 2 a 0. Com a vantagem no placar, a equipe paulista apenas administrou o resultado até o apito final.

Com a vitória, o Ituano vai para o confronto da volta com a vantagem do empate ou podendo perder por um gol de diferença que avança à final.

Já o Brusque precisa vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Os times voltam a campo no próximo domingo (4), às 16h, no Augusto Bauer, em Brusque (SC)

*Com informações da CBF

Publicidade

Comentários