×

Esportes

Grêmio supera o Athletico-PR e volta a vencer no Brasileirão

Após cinco rodadas sem triunfar, Tricolor bate o Furacão por 2 a 1 em Porto Alegre

Empurrado pela torcida, o Grêmio venceu por 2 a 1 o Furacão (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O Grêmio reencontrou o caminho das vitórias no Brasileirão. Neste sábado (24), o Tricolor recebeu o Athletico-PR na Arena e venceu por 2 a 1, com gols de Luan e Thaciano, pela 16ª rodada da Série A. O atacante Rony marcou o do Furacão. Com o resultado, a equipe gaúcha – que estava há cinco rodadas sem triunfar – sobe para a 11ª posição, agora com 21 pontos. O Rubro-Negro aparece em nono, com 22.

O Athletico-PR teve mais posse de bola e mais finalizações, mas quem saiu vencendo no primeiro tempo foi o Grêmio. Logo aos três minutos, Thaciano aproveitou falha da defesa paranaense e deixou Luan na cara do gol, que só teve o trabalho de deslocar o goleiro Santos e abrir o placar na Arena.

Mesmo atuando com o time reserva, Tricolor segura ímpeto do Athletico-PR (Foto: Lucas Uebel FBPA)

Daí por diante o Furacão sufocou o Tricolor. Primeiro aos 30, em chute forte de Rony que passou perto do gol. Depois, aos 36, Júlio César salvou cara a cara com Vitinho. Dois minutos depois, Márcio Azevedo recebeu livre na esquerda e soltou a bomba. Júlio César, atento, realizou linda defesa.
O Grêmio ainda poderia ter ido para o intervalo com dois gols, não fosse o milagre que Santos praticou ao defender chute cara a cara de Thaciano.

O Athletico-PR voltou acelerado do intervalo. Logo na primeira investida ao ataque, aos dois minutos, chegou ao gol de empate: Marcelo Cirino ganhou na velocidade de Paulo Miranda e Cruzou. Rony apareceu e, de primeira, acertou um lindo voleio. Golaço na Arena.

O Furacão ainda comemorava o gol, quando o Tricolor desempatou de novo, na marca dos seis minutos, quando Thaciano aproveitou cruzamento de Galhardo e tocou de cabeça para o fundo das redes.

Mais tarde, aos 27, o árbitro marcou pênalti para o Tricolor. Mas, na cobrança, Tardelli parou em defesa do goleiro Santos. Quase no fim, aos 44, Patrick quase fez de cabeça, mas Santos defendeu de novo.

Confira como está a classificação do Brasileirão!

Fonte: CBF

Publicidade

Comentários