×

Educação

Conselho Tutelar será acionado se pais não apresentarem o cartão de vacina até 2 de maio

A Prefeitura de Manaus pode tomar medidas drásticas nas escolas municipais se os pais não apresentarem o cartão de vacina contra covid-19

A medida tem como objetivo de contribuir para a saúde pública e evitar o surto de doenças imunopreveníveis (Foto: Altemar Alcântara/Semcom)

Pais ou responsáveis por estudantes da Prefeitura de Manaus têm até o dia 2 de maio para entregar a Declaração de Avaliação de Cartão de Vacina atualizada nas unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A medida tem o objetivo de contribuir para a saúde pública e evitar o surto de doenças imunopreveníveis, ou seja, doenças que podem ser prevenidas por meio da vacinação.

Publicidade

O prazo inicial de entrega era o dia 31 de março, mas devido à baixa cobertura de vacinação, a rede municipal de ensino resolveu estender por mais 30 dias, como explica o gerente de Atividades Complementares e Programas Especiais (GACPE), Mário Jorge Lima.

“Junto às escolas vamos fazer essa busca e pedimos que os pais ou responsáveis levem seus filhos para vacinar. E informamos ainda que qualquer dificuldade, os pais devem entrar em contato com a escola e explicar a dificuldade, dessa forma, vamos tentar resolver da melhor maneira possível junto à Secretaria Municipal de Saúde (Semda)”, disse o gerente, que também explicou sobre o que acontece, caso o responsável não apresente a declaração na data determinada.

“Caso o responsável não tenha vacinado a criança por negligência, ele será notificado pelo Conselho Tutelar, que tomará as devidas providências. A Semed fica apenas responsável por fazer essa cobrança”, completou.

Os pais ou responsáveis que encontrarem dificuldades para vacinar o estudante por conta da falta de Unidade Básica de Saúde (UBS) nas proximidades da residência, ou por qualquer outro problema de logística, devem informar imediatamente a unidade de ensino.

*Com informações da assessoria

Comentários