×

Publicidade

Economia

São Gabriel da Cachoeira precisa de investimento, diz Wilker Barreto

Em visita na comunidade São Miguel Arcanjo, o Líder da Minoria na Aleam afirmou que o Estado precisa discutir ações para potencializar a economia local

 Manaus – O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) esteve nos últimos dias, 13, 14 e 15, no município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus), para escutar as principais reivindicações dos comunitários da “Cabeça de Cachorro”.

Wilker Barreto afirmou que o Estado precisa valorizar São Gabriel da Cachoeira (Foto: Wilkison Cardoso)

 Manaus O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) esteve nos últimos dias, 13, 14 e 15, no município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus), para escutar as principais reivindicações dos comunitários da “Cabeça de Cachorro”.

Presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca de Manaus na Assembleia Legislativa do Amazonas (Cicem-Aleam), o parlamentar verificou a falta de investimento no setor primário e sugeriu que o Estado valorize a produção local com a compra de alimentos diretamente dos produtores.

Em visita na comunidade São Miguel Arcanjo, o Líder da Minoria na Aleam afirmou que o Estado precisa discutir ações para potencializar a economia local e que a iniciativa poderá incentivar a geração de renda e, consequentemente, a circulação do dinheiro no interior. Frutas como banana, mandioca, cupuaçu e abacaxi são alguns dos alimentos mais produzidos no município.

“Vejo que o município é farto em frutas e alimentos da nossa Terra, mas o que consumidos na metrópole são comprados de fora. Isso é desvalorizar a nossa produção agrícola. É necessário que o Estado tenha políticas de investimento no setor primário, porque só assim geramos renda, incentivamos a sustentabilidade e o dinheiro circula. Fica minha dica para o Governo”, comentou o deputado.

 Manaus – O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) esteve nos últimos dias, 13, 14 e 15, no município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus), para escutar as principais reivindicações dos comunitários da “Cabeça de Cachorro”.

Wilker Barreto visita comunidade São Miguel Arcanjo (Foto: Wilkison Cardoso)

Atualmente, o Amazonas importa os seguintes produtos: peixe do Pará, látex da Ásia, farinha do Paraná, banana de Boa Vista, carne de Rondônia, tapioca do Paraná. “O Amazonas não evoluiu no setor primário. Desta forma, é preciso o Estado entender as principais tecnologias e como cooperar para gerar produtividade interna. Se o Amazonas gerasse produtos, iria gerar emprego e renda”, frisou o deputado.

Apoio à economia sustentável

O parlamentar sugere que Estado faça a compra direta dos alimentos do próprio município (Foto: Wilkison Cardoso)

 Outra alternativa citada pelo parlamentar é que o Estado faça a compra direta dos alimentos do próprio município, ajudando o interior a produzir alimentos para dentro do Amazonas.

“Se as prefeituras dos municípios comprassem alimentos produzidos pelos nossos ribeirinhos, tornaria a economia mais rentável no Estado e ajudaria o setor primário a gerar mais produtividade interna”, explicou Barreto.

*Com informações da assessoria

Publicidade

Comentários