×

Publicidade

Cultura

‘O Menino que Ouvia a Natureza’ estreia no YouTube neste domingo (25)

Animação inspirada nos estilos Mangá e Cartoon foi contemplada pela Lei Aldir Blanc, por meio do Prêmio Feliciano Lana.

 

Brendo Balieiro (Foto: Divulgação)

Publicidade

Manaus (AM) – No próximo domingo (25), a animação “O Menino que Ouvia a Natureza”, do designer Brendo Balieiro, estreará na plataforma YouTube. O projeto foi contemplado pelo Concurso Público Edital nº 05/2020 – Programa Cultura Criativa 2020/ Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana, na área Economia Criativa e Solidária (Design).

O edital é realizado pelo Governo Federal do Brasil e pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. A produção apresenta o sonho de uma criança que vive em um lindo lugar, cheio de árvores, rios e animais, que é ameaçado pela ação destruidora do homem, que não se preocupa com as terríveis consequências de seus atos.

“Então, o mundo fica cheio de escuridão, tristeza e vazio. É aí que o homem percebe, que destruiu sua própria felicidade, pois sem a natureza tudo fica desprovido de significado. Então, depois de mostrar tudo isso ao menino, a Natureza explica que cabe as crianças cuidarem do planeta e serem a maior esperança da vida de todos os seres”, explica Brendo Balieiro.

O autor do projeto é bacharel em Design pela faculdade da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi). Atualmente, desenvolve trabalho de ilustrador na Flying Saci Games Studio, e seu maior envolvimento é como ilustrador de design de jogos, principalmente com o Game Educativo Matemagos.

“Amo trabalhar com desenho e me expressar através da arte, por isso, me desafiei a fazer o projeto ‘O Menino que Ouvia a Natureza’, que é uma animação que utiliza a linguagem infantil para abordar como as ações humanas possuem impacto na natureza”, explica Brendo. Ele conta que a animação é uma mistura dos estilos Mangá e Cartoon. “Gosto das animações japonesas e venho estudando e treinando meu estilo de desenho com base no trabalho deles”, revela o artista.

Conscientização ambiental

Ele conta que o projeto surgiu da necessidade de se fazer uma produção visual que colaborasse com a conscientização ambiental na infância. “Acredito que desenvolver um curta metragem de animação, com a utilização da tecnologia, pode ser uma excelente estratégia para passar a mensagem de que devemos preservar o meio ambiente. Afinal, o potencial da comunicação visual tem se destacado em meio à sociedade e deve ser aproveitado para apoiar a educação.

Balieiro ressalta que quanto mais cedo as crianças aprenderem a valorizar a natureza, maior será a possibilidade de se construir um senso de proteção ao planeta. “Uma ótima maneira de realizar esta consciência é assistir com as crianças animações que discutam a temática de forma lúdica. Essa animação é também um experimento de design, com base na esfera puramente artística e não apenas comercial. Para isso, optei por fazer um trabalho com arte, pois ela possibilita experimentação, diálogo e ludicidade capaz de provocar sentidos, significados e interpretações de mundo”.

Recurso pedagógico

O autor do projeto destaca que, além da característica lúdica, o o trabalho pode ser utilizado como recurso pedagógico na educação ambiental. “Acredito que o Brasil possui um enorme potencial na arte de animação e que produtos como este, 100% nacional, vão proliferar como meio de entretenimento e de ensino. E como profissional da área, é de meu interesse realizar trabalhos de animação que contribuam para a educação infantil e que façam parte da programação cultural do Estado, através das plataformas digitais”.

Qualidade técnica

O projeto original foi concebido em 2018, segundo conta o designer, que, sentiu necessidade de aperfeiçoar o trabalho. “Primeiramente, eu o produzi de forma muito simples e rústica, mas meu desejo era aperfeiçoar e dar uma qualidade profissional a animação. Mas, fazer uma animação não é fácil e demanda muito recurso, por isso o projeto ficou no papel por um bom tempo”.

Apoio fundamental

Brendo Balieiro afirma que o apoio da Lei Aldir Blanc foi fundamental para a concretização da produção de sua animação. “Eu queria passar uma boa mensagem e, ao mesmo tempo, criar um ponto de partida para muitas outras produções. E foi graças a essa verba da Lei Aldir Blanc, por meio do Prêmio Feliciano Lana, que tal objetivo foi alcançado neste ano de 2021. Sou grato por receber essa oportunidade e irei continuar daqui para frente a desenvolver novos projetos e buscar uma qualidade cada vez maior.

Os contatos de Brendo Balieiro são (92) 98235-1719 e [email protected]. Os trabalhos do artista podem ser observados no perfil do Instagram @teles._16 e no perfil pessoal do artista no Facebook e na página do Facebook do AniClub Studio. O perfil profissional do designer pode ser consultado no Linkedin (Brendo Baileiro).

*Com informações da assessoria

Comentários

error: Content is protected !!