×

Publicidade

Cidades

Wilson Lima lamenta naufrágio de embarcação em Carauari

O governador determinou que bombeiros reforcem as buscas aos desaparecidos no rio Juruá. Um inquérito será instaurado para apurar as causas do acidente

Quatro mergulhadores do Corpo de Bombeiros foram enviados para Carauari (Foto: Divulgação/Secom)

Manaus/AMO governador Wilson Lima lamentou o naufrágio do barco Cidade de Carauari, no rio Juruá. A embarcação levava 97 pessoas para a sede do município, distante 788 quilômetros de Manaus, e afundou próximo à comunidade Bacaba. Noventa e uma pessoas foram resgatadas com vida, e outras seis estão desaparecidas.

“É um momento muito triste e delicado. Eu lamento muito e me consterno com essas famílias. No que depender do governo do Estado, vamos trabalhar para dar o apoio necessário”, disse Wilson Lima.

Uma equipe composta por quatro mergulhadores do Corpo de Bombeiros, enviada pelo Governo do Amazonas, desembarcou na manhã desta sexta-feira (21) em Carauari para atuar nas buscas aos desaparecidos.

“Determinei ao Corpo de Bombeiros, aos mergulhadores, a total dedicação a esse trabalho de buscas em parceria com a Capitania dos Portos e com a Marinha”, afirmou o governador.

Wilson Lima esteve em Carauari na quarta-feira (19) para vistoriar obras do sistema viário, realizadas em parceria com a Prefeitura do Município.

Atendimento

Desde a confirmação do naufrágio, equipes do Hospital de Carauari, que tem gestão compartilhada com o Governo do Estado, vêm trabalhando no atendimento aos passageiros resgatados. Dezoito pessoas foram atendidas ainda no porto da cidade. Duas mulheres que estavam com escoriações foram atendidas no hospital.

O barco que naufragou levava medicamentos e cilindros de oxigênio, destinados pela Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) para o hospital do município. A Secretaria de Saúde do Estado (Susam) vai providenciar o reabastecimento do material perdido com o naufrágio.

Investigação

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, informou que tomou conhecimento do naufrágio por volta de 11h desta quinta-feira (20). O Comando do 9° Distrito Naval direcionou uma aeronave do 3° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral ao local para apoiar os trabalhos de busca e salvamento. Um inquérito será instaurado para apurar as causas, circunstâncias e possíveis responsabilidades pelo acidente.

*Com informações da assessoria

Publicidade

Comentários