×

CidadesPolícia

Suspeito de roubo é assassinado no quintal de casa com 14 facadas no bairro Tancredo Neves

O assassinato ocorreu na tarde de quinta-feira (20), no quintal de uma casa - foto: Lucas Pereira

O assassinato ocorreu na tarde de quinta-feira (20) no quintal de uma casa – foto: Lucas Pereira

Elenildo Corrêa dos Santos, conhecido como ‘Bolete’, 25, foi assassinado na tarde desta quinta-feira (20), com várias facadas, por um grupo de pessoas, até o momento não identificado pela polícia. O crime ocorreu por volta de 13h, na Rua Rui Barbosa, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus.

Elenildo foi assassinado com mais de 14 facadas por um grupo de aproximadamente 20 pessoas - foto: Lucas Pereira

Publicidade

Elenildo foi assassinado com mais de 14 facadas por um grupo de aproximadamente 20 pessoas – foto: Lucas Pereira

De acordo com as informações do soldado J. Neves, da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Elenildo estava no quintal da sua casa, quando foi surpreendido por cerca de 20 pessoas, entre elas crianças e adolescentes. Sem chances de defesa, Elenildo foi morto com mais de 14 facadas e morreu no local.

Junto ao corpo da vítima, os peritos do DPTC recolheram três facas sujas de sangue usadas no crime - foto: divulgação

Junto ao corpo da vítima, os peritos do DPTC recolheram três facas sujas de sangue usadas no crime – foto: divulgação

Após o crime, os criminosos fugiram correndo deixando três facas usadas para cometer o assassinato. A polícia informou que Elenildo já tinha passagem por roubo.

Conforme o perito criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Mahatma Porto, 14 perfurações de faca foram desferidas nas costas da vítima.

“Durante o procedimento identificamos a princípio cerca de 14 facadas nas costas da vítima, porém, esse número pode aumentar quando o corpo passar por exames de necropsia. Além disso, três facas próximo ao corpo da vítima foram deixadas pelos criminosos e as mesmas recolhidas para a perícia”, explicou o perito Mahatma.

Familiares revoltados chegaram a jogar pedras e paus em algumas pessoas que tentavam acompanhar ou tirar fotos durante os trabalhos de polícia. Os parentes também não quiseram comentar o crime com a imprensa.

O corpo da vítima foi removido para o IML - foto: Lucas Pereira

O corpo da vítima foi removido para o IML – foto: Lucas Pereira

Após os procedimentos de perícia, o corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas as investigações serão conduzidas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Comentários