×

Publicidade

Cidades

Prefeitura vai iniciar novo diagnóstico do sistema de esgoto de Manaus

Entre os pontos a serem analisados pelos técnicos da Ageman, estão as características de cada sistema de esgoto.

Serviço de esgotamento sanitário de Manaus (Foto: Divulgação/Ageman)

Manaus (AM) – Engenheiros da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) vão iniciar, a partir de maio, a elaboração do novo diagnóstico do Sistema de Esgotamento Sanitário da capital amazonense. Os dados coletados deverão nortear decisões importantes em torno do saneamento básico da cidade, conforme determinação do prefeito David Almeida.

Publicidade

O trabalho será realizado pela Prefeitura de Manaus por meio da Diretoria Técnica de Concessões, Obras e Saneamento da Ageman e envolverá um levantamento das condições de todas as estações elevatórias e de tratamento de esgoto que compõem o Sistema Público de Esgotamento Sanitário operado pela concessionária Águas de Manaus.

“Esse diagnóstico funciona como um raio-x de todo o Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade; e, diante desse levantamento, teremos condições de promover ações importantes referentes ao serviço de esgotamento, visando sempre à melhoria desse serviço tão essencial para o saneamento básico”, afirmou a diretora técnica de Concessões, Obras e Saneamento da Agência, engenheira Suzy Tavares.

Entre os pontos a serem analisados pelos técnicos da Ageman, estão as características de cada sistema de esgoto, como o tipo de funcionamento e de tratamento, além de identificar eventuais não conformidades, como a ausência de urbanização das áreas, falta de identificação dos bens e o não funcionamento de alguns equipamentos.

Iniciativa semelhante foi realizada em 2019 pela Ageman, e o resultado foi encaminhado à concessionária para que fossem providenciadas as devidas adequações e reparos necessários, o que já vem ocorrendo.

O Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade de Manaus possui 588 mil metros de rede coletora, duas estações de pré-condicionamento de esgoto, 69 estações de tratamento de esgoto ativas, 42 estações elevatórias de esgoto ativas, poços de visita, coletores, troncos e emissários, todos inseridos nas cinco Bacias de Esgotamento Sanitário denominadas de Educandos, São Raimundo, Gigante, Tarumã e Colônia.

Atualmente, o serviço de esgotamento sanitário de Manaus possui uma cobertura de 22%.

Um diagnóstico do Sistema de Abastecimento de Água também já foi iniciado pela Ageman, no entanto, com a pandemia da Covid -19, a rotina das equipes precisou de ajuste e o levantamento ainda não foi concluído, mas os trabalhos prosseguem.

*Com informações da assessoria

Comentários

error: Content is protected !!