×

CidadesPolícia

Polícia apresenta jovem envolvido na morte de PM durante tentativa de assalto

Raidenilson entrou para observar a existência de seguranças ou câmeras no lugar, enquanto Frank anunciou o delito - foto: divulgação/Polícia Civil

Raidenilson entrou para observar a existência de seguranças ou câmeras no lugar, enquanto Frank anunciou o delito – foto: divulgação/Polícia Civil

Raidenilson dos Santos Mendes, 23, foi apresentado à imprensa na tarde de quinta-feira (24), no prédio do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), por envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar Lyvanklin Fortuna Pacheco, 33, ocorrido na noite de quarta-feira (23).

Publicidade

De acordo com o titular da 3ª Seccional Leste, delegado Pablo Geovanni, a prisão de Raidenilson foi efetuada por policiais militares da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), após populares o deterem, na Avenida Hilário Gurjão, nas proximidades do local do crime, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

“Na noite do crime, Raidenilson e um amigo dele, identificado como Frank de Oliveira Cajueiro, foram até um estabelecimento comercial situado na Avenida Brigadeiro Hilário Gurjão para cometerem um roubo. Na ocasião a dupla estava em uma motocicleta modelo Honda Bros, de placa OAN-4548. Raidenilson entrou para observar a existência de seguranças ou câmeras no lugar, enquanto Frank anunciou o delito. No momento da ação criminosa o soldado Lyvanklin fazia compras no local e reagiu ao crime”, esclareceu Geovanni.

O titular da 3ª Seccional Leste disse que o policial militar conseguiu alvejar Frank, que ainda tentou empreender fuga na motocicleta, mas veio a óbito logo em seguida, em decorrência do ferimento. O infrator tinha 19 anos. No momento da troca de tiros o soldado acabou atingido na cabeça por um disparo efetuado por Frank e morreu no local. Raidenilson foi imobilizado por populares, que acionaram os policiais militares da 14ª Cicom.

“Em depoimento, na noite de ontem, Raidenilson negou qualquer tipo de envolvimento no delito. Ele argumentou que estava apenas passando pelo local quando Frank teria esbarrado nele e deixado manchas de sangue na camisa que ele vestia. Na manhã de hoje ele mudou a versão fornecida e confessou que era parceiro de Frank, mas que não tinha envolvimento algum na morte de Lyvanklin”, ressaltou Pablo Geovanni.

A autoridade policial destacou que Raidenilson tem passagem pela polícia por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O jovem estava em liberdade desde o mês de agosto deste ano. Conforme o delegado, Raidenilson e Frank são apontados como autores de outros roubos a estabelecimentos comerciais situados no bairro Zumbi dos Palmares, zona Leste da cidade.

Raidenilson foi autuado em flagrante por latrocínio e ao término dos procedimentos cabíveis no 14º DIP será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentários