×

Cidades

Picape com 16 pessoas capota e quatro morrem na AM-010

 Quatro pessoas morreram e 12 ficaram feridas após picape capotar na AM-070 - foto: divulgação/Corpo de Bombeiros


Quatro pessoas morreram e 12 ficaram feridas após picape capotar na AM-070 – foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Quatro pessoas morreram e doze ficaram feridas após uma picape S-10, cor branca, capotar várias vezes no quilômetro 26 da rodovia AM-010, entre Manaus e Rio Preto da Eva. O acidente aconteceu por volta das 16h deste sábado (15).

Publicidade

De acordo com as informações repassadas ao Corpo de Bombeiros, o veículo picape, modelo MMC/L200, cor branca, placa OAC-0142, perdeu controle, depois que um dos pneus veio a estourar e fez com que o mesmo capotasse diversas vezes.

Os sobreviventes do acidente foram encaminhadas para o hospital de Rio Preto da Eva - foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Os sobreviventes do acidente foram encaminhadas para o hospital de Rio Preto da Eva – foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Por conta do acidente, doze pessoas ficaram feridas e outras quatro, entre elas uma criança não resistiram aos ferimentos e morreram no local. As vítimas fatais são: Ana Beatriz Xavier, de um ano e cinco meses; José Cledson Pereira, 80; Leandro Pantoja Belchior, 32, e Valdeir Moreira, 29.

As vítimas ficaram espalhadas na rodovia - foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

As vítimas ficaram espalhadas na rodovia – foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Entre as vítimas com ferimentos estão: Aldevan Benezar Moreira, 36; Elberdan Xavier Moreira, 18; Ana Vitória da Silva Moreira, 05; Jonas Seixas Galvin, 11; Leociana da Silva Moreira, 11; Maria Sofia de Palma Moreira, 04; Luana Santos Farias, 18; Tais da Silva Benezar, 16; Luciana Deldato da Silva, 32. Elas permanecem hospitalizadas no hospital do município de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus).

Um criança de um ano e cinco meses morreu no acidente - foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Um criança de um ano e cinco meses morreu no acidente – foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Já outras vítimas identificadas apenas como Lais Dias da Silva; Mari Regina e Marina (ambas as idades não informada), foram encaminhadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para uma unidade hospitalar da capital amazonense.

Os corpos das vítimas fatais foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML), em Manaus, onde passaram por exames de necropsia.

Comentários