segunda-feira , 27 maio 2019
Home / Cidades / Jovem é morta em casa e na frente de familiares com tiros na cabeça, em Manaus
Anuncie Aqui!

Jovem é morta em casa e na frente de familiares com tiros na cabeça, em Manaus

O crime ocorreu na Rua Santa Etelvina, no bairro Cidade de Deus (Foto: Lucas Pereira/DM)

Kamila Karol Anjos Fernandes, 19, foi executada com dois tiros na cabeça, no fim da tarde desta sexta-feira (2), dentro da própria casa, na Rua Santa Etelvina, no bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. O crime foi praticado na frente da mãe e de irmãs, que não ficaram feridas.

Testemunhas relataram que o crime ocorreu por volta das 17h30. Um carro modelo Siena prata, placa não identificada, parou em frente ao imóvel com seis pessoas, sendo dois homens e duas mulheres.

Kamila Karol Anjos Fernandes, 19, foi morta dentro de casa (Foto: Divulgação)

Uma das mulheres, identificada como ‘Taynara’, desceu do veículo e foi até a residência acompanhada das comparsas, enquanto os homens aguardavam no carro.
A jovem e a suspeita iniciaram uma conversa, que resultou em uma discussão. Na ocasião, a mulher puxou os cabelos da jovem e efetuou dois disparos à queima-roupa na direção da cabeça de Kamila Karol.

Segundo a polícia, Kamila Karol era envolvida com o tráfico de drogas (Foto: Reprodução/Facebbok)

Após o crime, o grupo fugiu em rumo ignorado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, onde a equipe de paramédicos tentou reanimar a vítima, por quase uma hora, mas sem sucesso.

O corpo da jovem seguiu para o Instituto Médico Legal (Foto: Lucas Pereira/DM)

A mãe da vítima, Wilmar Anjos Ferreira e demais familiares não quiseram comentar sobre o crime com a imprensa. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que vai investigar o caso, Kamila Karol tinha passagem pela Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), após ser apreendida na tarde do dia 21 de junho de 2014, por uma guarnição da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), em posse de um carro modelo Gol, cor branca, placa OAO-0164, que estava com sinal de identificação de veículo automotor adulterado.

Crime

Para a polícia, a suspeita é de que o crime esteja relacionado a uma suposta dívida da vítima com o tráfico de drogas. A jovem era prima do traficante e assassino de aluguel Francisco Diego dos Anjos Albuquerque, conhecido como ‘Dieguinho ou Shrek’, 28, suspeito de mais de 30 assassinatos e ligado ao narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, um dos líderes da facção criminosa Família do Norte (FDN).

Apontado pela polícia como um dos pistoleiros da FDN e mandante de assassinatos ocorridos em 2017, nas Zonas Norte e Sul da capital, ‘Sherek’ foi preso, na tarde do dia 25 de janeiro deste ano, com o comparsa dele, Marcelino Batista de Lima Júnior, 29.

Com a dupla, os policiais apreenderam 11 quilos de maconha do tipo ‘skunk’, avaliada em R$ 150 mil, e duas pistolas calibre ponto 40, de uso exclusivo das Policiais Civil e Militar. Ele era um dos foragidos do massacre ocorrido no dia 1º de janeiro de 2017, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde 56 presos foram assassinados.

Imagens de câmeras de seguranças dos imóveis próximos ao local do crime devem ser solicitadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), para auxiliar na identificação dos autores.

Veja Também

Operação fecha seis bares e prende duas pessoas em Parintins, no AM

A fiscalização para coibir o consumo de álcool entre adolescentes iniciou na noite de sábado ...