×

Publicidade

Cidades

Fiscalização da Lei Seca flagra 22 motoristas por embriaguez em Manaus

Durante a operação, 27 veículos foram recolhidos para o Parqueamento do Detran-AM, por diversas irregularidades

A fiscalização visa reduzir os índices de criminalidade e ocorrências no trânsito (Foto: Mateus Nogueira)

Manaus/AM – O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou 22 motoristas dirigindo sob o efeito de álcool entre a sexta-feira (14) e a noite do domingo (16), em Manaus. A ação faz parte da rotina de fiscalização da Lei Seca e ocorreu em parceria com a Polícia Civil e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), em todas as zonas da capital. Ao todo, foram realizados 187 testes de alcoolemia, popularmente conhecido como bafômetro.
 
Durante a operação, 27 veículos foram removidos por diversas irregularidades, sendo 18 motos e nove carros; e foram aplicadas 136 multas a motoristas que infringiram algum tipo de norma do trânsito. Ainda durante a fiscalização, 22 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs) e 23 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) foram recolhidos. A fiscalização do Detran-AM é feita pelo Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot).

De acordo com o CTB, a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70 (Foto: Mateus Nogueira)

O objetivo da ação é promover a ordem e bem-estar social no trânsito, além de eventuais autuações quanto ao cometimento de infrações penais. A ação integrada faz parte da estratégia do sistema de segurança pública do Governo do Amazonas para a redução dos índices de criminalidade e ocorrências no trânsito, e integra a mobilização nacional da Lei Seca.
 
Os veículos recolhidos foram removidos para o Parqueamento do Detran-AM, localizado no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus, até que os proprietários regularizem as pendências.
 
Lei Seca – A Lei 13.546/2017, que promoveu alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), vigentes a partir de abril de 2018, estabeleceu maior rigor para o motorista que praticar o homicídio culposo (sem intenção) ou de lesão corporal de natureza grave ou gravíssima, sob o efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas que causem dependência.
 
De acordo com o CTB, a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70. Se o condutor cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

*Com informações da assessoria

Publicidade

Comentários