×

Política

Prefeito reeleito do município de Borba tem diplomação suspensa

 

Os produtores alegam terem sido enganados pelo então Vereador Simão Peixoto, que junto com seus irmãos, teria aberto uma empresa e feito um empréstimo no BASA

Os produtores alegam terem sido enganados pelo então Vereador Simão Peixoto, que junto com seus irmãos, teria aberto uma empresa e feito um empréstimo no BASA

Publicidade

Peixoto, recém-eleito Prefeito do município de Borba teve a diplomação suspensa e pode nem chegar ao assumir entenda o caso: Simão Peixoto já foi Presidente da Câmara Municipal de Borba, condenado pelo Tribunal de Contas do Estado, além disso, chovem denúncias que tramita na JUSTIÇA FEDERAL um processo movido por produtores rurais de Borba.

Os produtores alegam terem sido enganados pelo então Vereador Simão Peixoto, que junto com seus irmãos, teria aberto uma empresa e feito um empréstimo no BASA (Banco da Amazônia) para compra e repasse de cabeças de gado para esses pequenos produtores, Simão e seus irmãos receberam o dinheiro do banco e dos produtores que nunca viram as tais cabeças de gado, embora a denúncia seja anônima, tudo precisa ser apurado a rigor da lei.

A denúncia ainda será apurada, informa também, que Simão Peixoto usou da influência com a esposa de um promotor para “abafar” seus processos no TCE e que ainda essa semana pessoas deverão procurar o Presidente do TCE Ari Moutinho Filho, para que o processo seja arquivado, já que Simão Peixoto concorreu às eleições respondendo a três processos suspensos, ou seja, UM FICHA SUJA CONCORREU E VENCEU diz a denúncia. Moradores e líderes do município de Borba garantem que têm provas robustas a serem apresentadas no Supremo Tribunal Eleitoral e Polícia Federal, houve compra de votos descarada, prestação de contas irregular aprovada a revelia isso é vergonhoso para a corte de Borba.

O cara faz dez carreatas e declara que gastou zero de recurso, fez seis comícios e declarou zero de recurso, contratou mais de 700 cabos eleitorais e declarou que contratou 73, diz que gastou 400 litros de gasolina, não declarou a lancha, a impressão é que foi a campanha mais pobre do estado, tudo isso está documentado e nós de Borba vamos levar a mídia nacional.

Simão Peixoto deverá ser entrevistado da Rede Amazônica amanhã dia 28 de Novembro, o que nós queremos saber é cadê nossas cabeças de gado que pagamos e não recebemos? O senhor se sente realmente preparado para ser Prefeito sendo que concorreu usando de artimanhas jurídicas pouco republicanas? E o Tribunal de Contas do Estado vai apurar esses desvios de sua gestão como Presidente da Câmara de Borba? O Tribunal Regional Eleitoral vai apurar os gastos irregulares de campanha e compra de votos? BORBA IRÁ A BRASÍLIA SE FOR PRECISO, MAS, NÃO ACEITARÁ PREFEITO CONDENADO E FICHA SUJA, AS PROVAS NÓS TEMOS E VAMOS ENTREGAR A IMPRENSA disse a parte que denúncia.

O acusado não foi localizado nem retornou nossas chamadas, o espaço está cedido caso ele queira fazer uso do DIREITO DE RESPOSTA que a lei lhe outorga.

Reportagem: Eudogio Gonçalves

Comentários