×

Política

Prefeito de Careiro da Várzea é alvo do MP por falta de transparência

Em outubro, a gestão de Pedro Guedes também foi denunciada ao MP por supostas irregularidades na contratação de empresa para prestar serviços de transporte fluvial

Prefeito do Careiro da Várzea, Pedro Guedes (PSD). (Foto: Divulgação)

Careiro da Várzea (AM) – O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) decidiu instaurar um inquérito civil para apurar eventuais irregularidades cometidas na transparecia de licitações da prefeitura de Careiro da Várzea. Em portaria divulgada na última segunda-feira (29), o MP emite a recomendação e nomear o promotor Mauro Brandolt Junior para secretariar os trabalhos que investigam ausência de transparência nos canais da prefeitura.

Leia mais:

De acordo com o documento publicado no Diário Oficial Eletrônico (DOE), para o inquérito foram consideradas as diversas solicitações para que o prefeito Pedro Guedes (PSD) resolvesse pendências no Diário da transparência do município. Apesar de algumas irregularidades terem sido sanadas, a prefeitura continua a não divulgar ganhos de servidores da sede da prefeitura.

“se confirmada as irregularidades apuradas, tal ato poderá amoldar-se ao art. 11 da Lei de Improbidade Administrativa, ante a violação dos princípios da publicidade e transparência;” declara em trecho da peça, o promotor de justiça e relator da recomendação, Roberto Nogueira.

Ainda de acordo com o documento, o órgão de fiscalização solicita informações sobre os ganhos dos servidores e os devidos esclarecimentos sobre transparência da prefeitura ao MP.

Em outubro, a gestão de Pedro Guedes também foi denunciada ao Ministério Público por supostas irregularidades na contratação de empresa para prestar serviços de transporte fluvial. A princípio, o serviço foi contratado pelo valor de R$ 40.050,00 (quarenta mil e cinquenta reais), mas, após extrato publicado, o valor saltou para R$ 104.100,00 (cento e quatro mil e cem reais). Neste inquérito civil, serão apuradas supostas ilegalidades praticadas no âmbito do contrato de nº 38/2021-PMCV e no procedimento de dispensa de licitação.

Veja documentos:

Comentários

error: O conteúdo está protegido !!