×

Publicidade

Polícia

Vendedor de refeições é morto com pedradas e facadas na Zona Norte de Manaus

Conforme a polícia, antes de ser morto Alexandre estaria dividindo produtos roubados com outras três pessoas. No local, foram encontradas três bolsas vazias

Alexandre foi morto a facadas e teve o rosto desfigurado com pedradas (Foto: Arquivo/Diário Manauara)

Manaus/AM – O vendedor de refeições Alexandre Figueira da Silva, 24, foi morto com pedradas e facadas, no início da madrugada deste domingo (30). O crime ocorreu por volta de 0h30, na Rua Antônio Leão, no conjunto Amazonino Mendes, mais conhecido como “Mutirão”, no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte de Manaus.

Publicidade

À polícia, testemunhas relataram que Alexandre era usuário de drogas e suspeito de roubos. Ele estava acompanhado de mais três homens. O quarteto estava reunido em uma laje para dividir produtos roubados, quando houve uma discussão.

Alexandre passou a ser agredido até a morte pelo trio com várias pedradas na cabeça e facadas no pescoço. O rosto da vítima chegou a ficar desfigurado. A vítima morreu no local.

Os criminosos, sendo um deles um adolescente de 15 anos, fugiram tomando o rumo ignorado. Na cena do crime, os policiais encontraram uma pedra suja de sangue usada no assassinato e três bolsas vazias.

França Figueira, mãe da vítima acompanhou os trabalhos da polícia. Ela confirmou que o filho era usuário de drogas e que ambos trabalhavam vendendo refeições no Terminal de Integração (T4).

Após os trabalhos dos peritos criminais do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia.

Até o fechamento desta matéria nenhum suspeito havia sido preso. A motivação para o crime e a identidade dos assassinos será investigada pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Comentários