×

Publicidade

Polícia

Mulher é obrigada a joelhar antes de ser morta a tiros no São Jorge, em Manaus

Cynthia voltava para casa quando foi surpreendida por um homem a pé. Ela foi atingida com três tiros.

Cynthia de Souza Batista, 28, foi abordada a tiros por um homem a pé (Foto: Divulgação)

Manaus/AM – A dona de casa Cynthia de Souza Batista, 28, foi assassinada com três tiros na noite deste sábado (9), quando retornava para casa acompanhada filha de seis anos e da companheira dela. O fato aconteceu por volta das 19h, na rua Humberto de Campos com a Travessa Itaporanga, no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus.

Segundo relatos de testemunhas, Cynthia havia saído de casa para comprar um lanche para a filha, quando foi abordada por um homem a pé, que a ordenou ficar de joelhos. Sem dar qualquer chance, o homem efetuou quatro tiros, dos quais dois atingiram o pescoço e um na cabeça da vítima, que morreu no local.

Após o crime, o assassino caminhou tranquilamente pela rua e não foi reconhecido. A companheira e a filha da vítima não foram feridas. Os moradores da área relataram que Cynthia possuía envolvimento com o tráfico de drogas.

Em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), a polícia constatou que Cynthia foi presa em flagrante por tráfico de drogas no ano de 2017.

Familiares da vítima estiveram no local, mas não quiseram comentar o caso com a imprensa. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML).

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve ouvir o depoimento da companheira da vítima e familiares para identificar a motivação e autoria do assassinato.

Por equipe Diário Manauara

Publicidade

Comentários