×

Publicidade

Polícia

Foragido da Justiça do Rio Grande do Norte é preso na Zona Centro-Sul de Manaus

a prisão de Sued aconteceu em desdobramento da operação “Tribunal do Crime”, deflagrada pelo DRCO (Foto: Erlon Rodrigues/PC)

O foragido da Justiça do estado do Rio Grande do Norte, Sued da Cunha Muniz, 38, condenado por roubo majorado e formação de quadrilha, foi apresentado na manhã de quarta-feira (16), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da Delegacia Geral.

De acordo com o delegado Guilherme Torres, diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), o infrator foi preso na noite de segunda-feira (14), por volta das 20h, na Rua 26 do bairro Parque Dez de Novembro, Zona centro-Sul da capital, durante ação conjunta envolvendo as equipes do DRCO, Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e policiais militares lotados na 23ª Cicom.

Tribunal do Crime

Conforme o diretor do DRCO, a prisão de Sued aconteceu em desdobramento da operação “Tribunal do Crime”, deflagrada pelo DRCO, Seaop e 23ª Cicom no dia 25 de abril deste ano, culminando nas prisões de Marco Aurélio de Moraes Pinheiro Júnior, 31, o “Júnior Peruano”, e Alexsandro Oliveira dos Santos, 29. Os infratores estão envolvidos no homicídio de Ronniery Nascimento Rodrigues, que era chamado de “Ronni”, dado como desaparecido em janeiro deste ano. A vítima tinha 30 anos e foi morta no dia 25 de janeiro deste ano.

“Após as investigações em torno da morte de “Ronni”, conseguimos constatar a presença de uma facção criminosa vinda do Rio de Janeiro, instalada na Comunidade União, bairro Flores, zona centro-sul. Com as prisões dessas pessoas envolvidas na morte de Ronniery, verificamos que estaria surgindo uma nova liderança para comandar o tráfico de drogas naquela região. Somente após a prisão de “Junior Peruano” conseguimos identificar Sued como substituto no comando”, explicou Torres.

O tenente Tales Renan, da 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que esteve presente no momento da prisão do infrator, ressaltou a importância da troca de informações realizadas semanalmente com a equipe do DRCO. “Já havíamos recebido do delegado Guilherme Torres uma foto de Sued. Na ocasião, o diretor do DRCO nos informou que esse infrator seria o novo possível chefe do tráfico de drogas na Comunidade União. Na segunda-feira (14) estávamos realizando patrulha pela região, quando avistamos Sued e informamos o DRCO para darmos início à abordagem”, disse.

Foragido da Justiça

Na base do departamento, o infrator apresentou Registro Geral (RG) com conteúdo falso e acabou sendo indiciado por falsidade ideológica. Os policiais verificaram, ainda, que Sued era considerado foragido da Justiça do Rio Grande do Norte, onde possui três condenações por roubos majorados cometidos e formação de quadrilha, tendo a pena unificada em 24 anos e sete meses de reclusão em regime fechado.

“Quero destacar a importância da integração entre os órgãos de Segurança Pública. Especialmente a 23ª Cicom, Seaop, junto com o trabalho de inteligência da Polícia Civil do estado do Rio Grande do Norte e da Força Nacional do Rio de Janeiro, que nos auxiliou muito no processo de identificação desse infrator. Foi a partir dessa união de forças que conseguimos oferecer maior segurança à população, tirando esse indivíduo de circulação”, destacou Guilherme Torres.

Sued foi indiciado por falsidade ideológica. Ao término dos procedimentos cabíveis na base do DRCO, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça, até que seja definido se ele será transferido para unidade prisional no Rio Grande do Norte.

*Com informações da assessoria

Publicidade

Comentários