×

Publicidade

Polícia

‘Baixinho’ é executado com 12 tiros por criminosos do CV, no Coroado 3

A vítima já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas. Um homem foi preso suspeito de participação no assassinato.

Diogo foi atingido com 12 tiros dentro de carro (Foto: Divulgação)

Manaus – O mecânico Diogo Lopes Linhares, de 34 anos, conhecido como “Baixinho”, foi executado com 12 tiros no início da tarde de segunda-feira (11), enquanto dirigia um carro, modelo Vectra, de cor vermelha, de placa NOO-3C67, na Rua Castro Alves, no bairro Coroado 3, na Zona Leste de Manaus. Diogo estava sozinho no veículo.

Testemunhas que passavam pela rua e presenciaram o atentado, contaram que dois homens em uma motocicleta e emparelharam ao lado do Vectra. Um suspeito desceu da garupa e atirou várias vezes contra a vítima. Em seguida, um dos criminosos ainda pichou um muro a sigla “CV” Comando Vermelho nas proximidades do crime.

Diogo ainda foi levado com vida ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Coroado, na Zona Leste, mas não resistiu aos ferimentos por volta das 12h58, do mesmo dia. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML).

A polícia informou que Diogo já tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e era membro da facção criminosa Família do Norte (FDN). Horas depois da confirmação da morte, vários fogos de artifício foram ouvidos no bairro.

Após o crime, policiais civis do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriram mandado de prisão preventiva em nome de Osmar Alves dos Santos, de 31 anos, suspeito de matar Diogo.

Osmar também é investigado pelo assassinato de Anderson Machado Vilaça, de 31 anos, conhecido como “Andrinho”. O crime ocorreu no dia 27 de maio de 2019, no Beco do Giral, também no bairro Coroado. A vítima já tinha passagem por tráfico de drogas.

Osmar nega o envolvimento nos dois crimes. Outro homem que participou da morte de Diogo está sendo investigado pela Polícia Civil.

Publicidade

Comentários