×

Publicidade

Polícia

Após ser sequestrada, jovem é morta com sete tiros no Centro de Manaus

A polícia investiga relação do assassinato com o tráfico de drogas. Vítima já tinha passagem pela polícia por posse de entorpecentes

Shanayra Beatriz foi assassinada com sete tiros após ser sequestrada em frente de casa noturna – Divulgação

 

Publicidade

Manaus/AM – A autônoma Shanayra Beatriz Magalhães de Souza, 18, foi encontrada morta com sete marcas de tiros, no fim da noite de sexta-feira (24), por volta das 23h50, na Rua Luiz Antony, no bairro Centro, na Zona Sul de Manaus. Polícia investiga relação com o tráfico de drogas.

De acordo com a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Shanayra Beatriz foi sequestrada por homens, ainda não identificados, em frente ao Remulos Club – casa noturna de striptese -, situado na Rua Lobo D’Almada, no Centro da capital.

 

A jovem foi morta com tiros com cinco tiros na cabeça – Foto: Diário Manauara

 

Shanayra Beatriz foi colocada à força dentro de um carro, de características não reconhecidas. Minutos depois, a jovem foi executada nas proximidades do Colégio Militar de Manaus (CMM). Ela foi atingida com cinco tiros na cabeça, um na mão direita e um no braço esquerdo. Um dos tiros estourou o olho esquerdo da vítima.

No local, a perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) recolheu algumas cápsulas de munição de calibre ponto 40. O material foi entregue para a equipe de investigação da DEHS.

 

Shanayra Beatriz já tinha passagem por tráfico de drogas – Divulgação/PM

 

Para a polícia, o assassinato foi motivado por conta do tráfico, devido ao fato da vítima comercializar e ser usuária de drogas. No inquérito policial do caso aponta que a vítima era garota de programa e possuía diversos antecedentes criminais vinculados por posse de drogas.

“A hipótese mais provável é que o crime tenha sido motivado por uma ligação da vítima com o tráfico de drogas. Shanayra Beatriz recentemente foi presa com drogas juntamente com outra mulher. O caso foi registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP)”, informou um investigador que preferiu não se identificar.

O corpo da jovem foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, na Zona Norte. A DEHS abriu inquérito para investigar a morte de Shanayra Beatriz.

Publicidade

Comentários