×

Publicidade

Polícia

Após ser preso, traficante do ‘CV’ debocha da polícia em Manaus

Alisson era alvo de investigações por comercializar drogas sintéticas. durante coletiva, ele mostrou os dedos de forma obscena e afirmou ser "CV"

Alisson assumiu que parte da droga era dele – Foto: Mário Souza/DM

Manaus/AM – “Não tenho medo de ser preso e só temo a Deus”. Foi debochando da polícia que o traficante Alisson Luiz de Souza Izidoro, 33, conhecido como “Pá”, respondeu ao ser apresentado na manhã desta sexta-feira (7), durante coletiva de imprensa na Delegacia Geral da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM).

Allison mostrou os dedos de forma obscena para a imprensa e policia – Foto: Mário Souza/DM

Durante coletiva de imprensa, Alisson assumiu que parte da droga era dele e que outra parte apresentada pela polícia não era, assim como a quantia em dinheiro. Em seguida, sem se importar diante das câmeras e fotógrafos, ele ainda chegou a fazer gesto obsceno com os dedos ao declarar que era “CV” – sigla da facção criminosa Comando Vermelho.

“Eu assumo que parte dessa droga é minha, mas outra parte e dinheiro não são meus. Eu sou CV”, declarou Alisson.

Outras prisões

Delegado Marcelo Martins, titular do 24° DIP – Foto: Mário Souza/Diário Manauara

De acordo com o delegado Marcelo Martins, titular do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Alisson era alvo de investigações por comercializar drogas sintéticas na Zona Sul de Manaus. Ele foi preso na tarde de quinta-feira (6), pela equipe unidade policial na loja em qual é proprietário, situada na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Centro. Com ele, os policiais civis apreenderam armas de fogo, munições, dinheiro e drogas, além de um carro modelo BMW.

Outros imóveis de propriedade de Alisson, um apartamento situada na Avenida Ramos Ferreira, no bairro Centro, e uma casa no bairro Japiim, ambos na Zona Sul, foram alvos de busca e apreensão. A ordem judicial foi expedida pela 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

“Nós estávamos coordenando algumas investigações e levantamentos no Centro da capital, com objetivo de averiguar crimes de homicídios que estavam ocorrendo no local. No decorrer, recebemos a informação que um traficante chamado Alisson, vulgo “Pá”, estava envolvido nesses homicídios. Durante os levantamentos, descobrimos que ele coordenava um grupo criminoso responsável pelo tráfico de drogas sintéticas”, explicou o delegado Marcelo Martins.

Ao longo das investigações com apoio Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e e Departamento de Polícia Metropolitano (DEM) , também foram presos Anderson Gabriel Queiroz Mesquita, 24; Brenda Raquel Mourão Gonçalves, 27, e Thiago Morais Pandura, 25. Eles estavam no apartamento de Alisson, localizado na Avenida Ramos Ferreira. Com eles, os policiais civis apreenderam entorpecentes, duas balanças de precisão, um veículo modelo Cobalt.

Nos três imóveis, as equipes policiais encontraram, ao todo, 95 comprimidos de metanfetamina, 45 comprimidos de ecstasy, uma cartela de LSD, 12 frascos de lança perfume e porções pequenas de maconha, além de porções e tabletes de haxixe. Também foram apreendidos dois revólveres calibre 38, munições e dinheiro oriundo da venda de drogas.

Todos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas – Foto: Mário Souza/DM

Alisson, Anderson, Brenda e Thiago foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao términos dos procedimentos, o trio será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, na Zona Sul de Manaus.

Publicidade

Comentários