×

Publicidade

Polícia

Após receber ameaças, motorista de aplicativo é morto com três tiros na cabeça

Darciomar foi morto com três tiros na cabeça em um bar, no bairro Compensa (Foto: Divulgação)

 

Publicidade

Manaus/AM – O motorista de transporte por aplicativo Darciomar da Silva Albuquerque, de 43 anos, conhecido como “Kako”, foi assassinado com três tiros na cabeça, no início da manhã deste domingo (25), em um bar na Rua São João, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. A vítima ainda foi socorrida e levada para uma unidade de saúde do bairro. Segundo familiares, o motorista havia sido ameaçado de morte.

Ao Diário Manauara, o proprietário do bar, de 68 anos, que preferiu não divulgar o nome, relatou que Darciomar estava sentado em uma cadeira, na entrada do estabelecimento, quando dois homens desconhecidos chegaram ao local e efetuaram os disparos na cabeça da vítima. Os criminosos fugiram em direção a um rip-rap.

Darciomar foi socorrido e levado no próprio carro em que trabalhava ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, mas já chegou morto. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML).

Familiares informaram à reportagem que a motivação do crime é desconhecida. Segundo a irmã da vítima, de 55 anos, que preferiu não ter a identidade revelada, disse que Darciomar era bastante querido na vizinhança e a morte repentina causou surpresa.

“Ele era evangélico, mas para minha surpresa ele estava bebendo. Eu fiquei sabendo que o meu irmão foi ameaçado de morte para não frequentar os bares da rua, pois quando ele bebia ficava falando coisas que não devia. Até o que sei o meu irmão não devia ninguém, pois sempre foi uma pessoa tranquila”, comentou a irmã da vítima.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte da capital. A morte do motorista será investigada pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade

Comentários