×

Mundo

Após comício de Trump, casos de coronavírus disparam em Oklahoma

O condado de Tulsa confirmou centenas de novas infecções da doença nos últimos dois dias, após uma queda nas contaminações nas duas semanas anteriores. Ontem, um pico de 266 novos casos foi registrado.

Donald Trump – Foto: AP

Na última quarta-feira, 8, o número de infectados do novo coronavírus disparou em Tulsa, no estado americano de Oklahoma, pouco mais de duas semanas após a realização de um comício eleitoral do presidente Donald Trump na cidade. As informações são de autoridades locais.

O condado de Tulsa confirmou centenas de novas infecções da doença nos últimos dois dias, após uma queda nas contaminações nas duas semanas anteriores. Ontem, um pico de 266 novos casos foi registrado.

O diretor do departamento de saúde de Tulsa, Bruce Dart, informou que o aumento brusco de casos pode ser “mais que provável” que grandes eventos recentes tenham contribuído para a alta, disse ao ser questionado sobre a relação do comício de Trump com o disparo de infectados.

“Nos últimos dias, tivemos quase 500 casos. E sabemos que tivemos vários grandes eventos um pouco mais de duas semanas atrás. Então, acho que podemos ligar os pontos”, declarou Dart.

Já o porta-voz da Casa Branca Kayleigh McEnany afirmou não ter dados que confirmem as conclusões de Dart.

Comício

Mesmo com o número menor do que o previsto, a reunião foi alvo de diversas críticas em razão da ausência de distanciamento social e no informativo de uso de máscaras.

A temperatura corporal dos participantes foi medida na entrada do comício, e máscaras foram distribuídas, mas a maioria dos participantes não usou uma – inclusive Trump. Vários membros da campanha do presidente haviam sido diagnosticados com o coronavírus antes do comício.

Fonte: Portal O Poder

Publicidade

Comentários