×

CidadesPolícia

Trio é preso com 100 trouxinhas próximo à escola no bairro São José, em Manaus

 O trio foi conduzido ao 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico - foto: divulgação/Polícia Civil

O trio foi conduzido ao 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico – foto: divulgação/Polícia Civil

Jeandro Silva da Conceição, 25; a irmã dele, Raquel Rodrigues da Conceição, 22; e do namorado dela, Ronielison Batista Santiago, 23, foram presos em flagrante, na manhã de sexta-feira (2), por volta das 10h, por envolvimento com o tráfico de drogas na Zona Leste de Manaus.
De acordo com o delegado Henrique Brasil, o trio foi preso em uma casa localizada na Rua Rio Abacaxis (antiga Rua Soldado Brito), no Conjunto São José dos Campos, bairro São José Operário, nas proximidades de uma escola municipal situada naquela localidade.

Publicidade

“Iniciamos as investigações em torno caso após o recebimento de denúncias informando a comercialização de drogas naquela rua. Nossa equipe passou a monitorar o local indicado e constatou uma movimentação suspeita de pessoas em uma casa específica. Montamos campana e passamos a observar que as pessoas compravam entorpecentes por uma das janelas do imóvel”, explicou Henrique Brasil.

Conforme o delegado, o trio morava na casa e, durante revista, os policiais civis encontraram 67 trouxinhas de maconha, 21 trouxinhas de oxi, 12 trouxinhas de substância entorpecente com aspecto de cocaína, três porções grandes de maconha, uma porção grande de oxi, uma balança de precisão, um aparelho celular e material para embalo da droga.

Brasil destacou que o trio foi conduzido ao 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial Jeandro e Ronielison serão conduzidos ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Já Raquel será levada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentários