×

Cidades

Prefeitura resfria vias para evitar focos de incêndio e minimizar calor

A implantação dessa estrutura tem colaborado para evitar que novos focos de incêndio ocorram na cidade, além de irrigar a vegetação

Prefeitura resfria vias para evitar focos de incêndio e minimizar calor

Resfriamento diminui os riscos de incêndio e ajuda na dissipação da fumaça (Foto: Divulgação/Semulsp)

Atenta ao impacto que as altas temperaturas vêm provocando na cidade, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), ampliou as ações preventivas para evitar focos de incêndio em áreas públicas da cidade. Nesta quinta-feira (12), subiu de dois para cinco os caminhões-pipas utilizados para a realização dos serviços de irrigação em praças, canteiros e vias da capital amazonense.

A implantação dessa estrutura tem colaborado para evitar que novos focos de incêndio ocorram na cidade, além de irrigar a vegetação, mantendo-se as áreas verdes e de paisagismo na capital. Cerca de 100 mil litros de água estão sendo usados para o serviço de prevenção.

Publicidade

“Redobramos o número de caminhões-pipas que realizam os serviços de irrigação em praças, campos, calçadas e áreas verdes da cidade, e também triplicamos a quantidade de água utilizada. O número de rotas também foi ampliado para dois turnos. Somente hoje, mais de 100 mil litros de água foram utilizados ”, explicou o secretário de Operações da Semulsp, Jairo Santos.

Com a iniciativa, o resfriamento diminui os riscos de incêndio e ajuda na dissipação da fumaça.

“Como estamos com alta temperatura e uma grande estiagem, a terra fica muito mais propícia a grandes riscos de incêndio. Com este serviço, o impacto de fogo reduz, agora é claro, contamos com o apoio da população para evitar queimadas e denunciar crimes deste tipo”, ressaltou, o secretário de Limpeza Pública, Sabá Reis.

Entre as áreas atendidas nesta quinta-feira estão as avenidas Coronel Teixeira, Constantino Nery, Djalma Batista, André Araújo, Rodrigo Otávio, bola da Suframa e bairros das zonas Leste, Sul, Oeste e Norte.

Texto  – Divulgação / Semulsp

Comentários